Para sempre teu, 4º Festival Literário de Extrema

Como se abençoada por Caio Fernando Abreu, a 4ª Edição do Festival Literário de Extrema ofereceu uma experiência harmônica e pessoal para os amantes da literatura

Desde o tema, “Silêncio, solidão e outras tragédias”, até o clima chuvoso, a edição deste ano foi marcada por um delicioso clima bucólico.

Mesas de debates

Sempre mediadas pelo crítico literário e escritor José Castello, as mesas do festival prenderam a atenção do público. Especialmente, três delas.

Na abertura, tivemos Homenagem a Caio Fernando Abreu com participação de Paula Dip (biógrafa e amiga pessoal de Caio) e Guilherme Prado (cineasta e também amigo do homenageado). Sempre com um aspecto de muita proximidade e intimidade, a conversa girou em torno das características únicas de Caio F., suas manias, seu temperamento e também como se portaria hoje este autor com a internet.

Em História de Índio, a entrevista conduzida com o escritor indígena Daniel Munduruku despertou o interesse por expor uma série de conhecimentos sobre esta cultura que mesmo dentro de nós, brasileiros, parece sufocada e calada.

E no último dia do evento, Poesia da Fé foi a mesa que uniu a Monja Coen e o psicanalista Christian Dunker em uma conversa especial sobre a relação entre literatura, arte e fé. Foi também o encontro que mais atraiu o público.

Em outras mesas, participaram também: Paulo Scott, João Paulo Cuenca, Ricardo Lísias, Carola Saavedra, Ramon Nunes Mello, José Roberto Torero e Ronaldo Wrobel.

Amostra de cinema

Destaque também para os filmes exibidos na amostra de cinema.

Para sempre teu Caio F. (2014) emocionou o público e proporcionou conhecimento da pessoa por trás da obra para muitos daqueles que ainda não conheciam o autor. Seguido também de algumas palavras de Paula Dip e a declamação de um poema do escritor Ramon Nunes Mello.

Já adaptação de Onde andará Dulce Veiga? (2008) chamou a atenção por sua pegada psicodélica, o que suscitou muitas perguntas ao diretor Guilherme Prado, que pode responder após o filme, em uma conversa com a plateia.

Concursos para alunos

A 4ª edição deste evento também reiterou o compromisso com a cidade de Extrema. Além dos debates literários de alto nível, o Festival proporcionou atividades às crianças em idade escolar, como um concurso de redação e game (estilo soletrando) em praça pública.

***

Em mais esta edição, o Festival Literário de Extrema cumpre o que promete, apresenta um grande autor da literatura brasileira e ainda envolve o público de diversas idades.

E que venham os próximos!


 

Abaixo, mais fotos do evento:

Vilto Reis Author

Escritor, Editor-chefe do Homo Literatus, Diretor da RUSGA - Cursos Para Escritores, Publisher da Editora Nocaute e autor do romance Um gato chamado Borges (Nocaute, 2016).