Aplicativo mapeia os focos poéticos no país

O aplicativo PoemApp é gratuito, colaborativo e localiza saraus, bibliotecas e lançamentos de livros em todo Brasil

PoemApp | Imagem: Agência O GLOBO

Das boas notícias para os leitores que são loucos por poesia: PoemApp mostra que a poesia está em todos os cantos do Brasil. O aplicativo foi lançado em maio deste ano e já tem mais de 10 mil pontos por todo país. Esse pontos mostram eventos relacionados à poesia, tais como saraus, feiras literárias, eventos em bibliotecas, lançamentos de livros e mapeiam até mesmo muros grafitados com poesia.

Em entrevista ao jornal O Globo, feita por Camila Zarur, a idealizadora do mapa virtual poético, Marina Mara, que é poeta e ativista cultural, fala sobre a poesia no cenário atual e, desse modo, mostra a importância do PoemApp.

“— Vemos a poesia ainda com muito preconceito de que ela não vende ou de que há pouco espaço para consumi-la. Mas nunca tivemos um cenário tão bom quanto agora, principalmente em termos de público e diversidade”

De acordo com Marina, o país passa por um momento de maior valorização da poesia e das vozes periféricas. Para Marina, o país passa por um momento de forte valorização da poesia autoral e das vozes periféricas.

“— Está sendo formada uma rede de ativismo poético muito potente, começando pelas comunidades. Vemos poetas levantando suas bandeiras. São as mulheres vindo com tudo, a cultura do rap, o movimento negro… Todos usam a poesia como voz para falar das suas questões, da sua dor.”

O aplicativo que mapeia os focos de poesia no Brasil já está disponível para celulares Android, mas ainda não há previsão para que ele seja lançado para iPhone e Windows Phone. Mas não há motivo para ficar triste, os pontos poéticos também podem ser consultados pelo site PoemApp (poemapp.com.br).

Fique sabendo onde há poesia na sua cidade e ajude a divulgar os eventos poéticos do país e também os nossos poetas, isso é de uma importância cultural gigantesca.

Que saber mais sobre o PoemAPP? Assista ao vídeo de divulgação do aplicativo.

Estela Santos Author

Editora e colaboradora do Homo Literatus. Mestra em Letras - Estudos Literários (PLE-UEM). Mediadora do #LeiaMulheres. Twitter: @psantosestela