Jana Lauxen

Jana Lauxen
Nome
Jana Lauxen
Bio
É produtora cultural e escritora, autora dos livros Uma Carta por Benjamin (Ed. Multifoco, 2009) e O Túmulo do Ladrão (Ed. Multifoco, 2013). Colunista da revista Café Espacial, publicou pela Mojo Books a historieta Pela Honra de Meu Pai. Publicou em mais de quinze coletâneas, e organizou seis em parceria com outros escritores. Foi editora da versão brasileira da revista eletrônica inglesa 3:AM Magazine, e também uma das idealizadoras do projeto E-Blogue.com (in memoriam). Atualmente trabalha na Editora Os Dez Melhores e é redatora na agência Teia de Marketing Literário Virtual.
Twitter
Facebook
Medium

Recent Post byJana Lauxen

Entrevista: Viver – e lançar um livro – é assumir o risco de ser julgado

Entrevista com Zeka Sixx, autor da obra O Caminho dos Excessos, uma conversa sobre autopublicação, aspirações do escritor e as referências a Henry Miller e Bukowski Se eu tivesse que descrever o escritor Zeka Sixx em uma só palavra seria “subversivo” – no melhor sentido da expressão. Seu livro de estreia, O Caminho dos Excessos, reúne trinta […]

Entrevista com Jeremias Soares, autor da obra “A Mão de Celina”.

“Qualquer livro pode ser escrito. Mas não é qualquer livro que pode ser publicado” Jeremias Soares é gaúcho, torcedor do Sport Club Internacional e fã de histórias de terror e suspense. Em 2012 lançou seu primeiro livro, O Sobrado da Rua Velha (Ed. Multifoco) e, em 2014, publicou A Mão de Celina, pela Editora Os […]

Entrevista com Guilherme Smee: “A maior dificuldade para o autor é a pressa, a afobação e a ansiedade”

Entrevista com Guilherme Smee, escritor, editor, e um dos autores da HQ Fratura Exposta. Guilherme Smee tem 30 anos; é editor da Não Editora, autor dos livros Vemos as coisas como somos (IEL-RS/Corag), lançado em 2012, e Loja de Conveniências (Não Editora), lançado este ano. Participou de coletâneas como Ficção de Polpa (Não Editora), e colaborou […]

A Função Social da Literatura

Existe uma música do Raul Seixas, chamada Eu Sou Egoísta, que diz: “… Minha espada é a guitarra na mão”. Eu nunca toquei guitarra na minha vida e, para falar a verdade, mal sei segurar uma. Contudo, eu também tenho uma espada, que uso para atacar e para me defender: a literatura. Em minha opinião, […]

Sou escritor, não vendedor!

Se eu ganhasse um real toda vez que ouvisse a frase “Sou escritor, não vendedor!”, certamente já teria construído um império. O novo autor costuma se mostrar altamente constrangido em promover e comercializar seu próprio livro, e talvez venha daí o enorme desejo de se lançar através de um grande selo. O autor acredita que, […]

Editora versus Autor: uma briga sem vencedor

A frequente briga “editora versus autor” é desconexa e sem vencedor, não devemos alimentá-la.  Após a divulgação dos textos sobre jabá e pistolão, que publiquei aqui, no Homo Literatus, recebi uma série de mensagens e e-mails bem bacanas, concordando e discordando de minhas colocações, e apresentando outros pontos de vista muito interessantes – aproveito, inclusive, […]

O Pistolão na Literatura: Uma questão de Q.I.

Saiba por que os novos autores não dependem apenas de talento e dedicação para ter o seu lugar ao sol no mercado editorial no Brasil. Existe um ditado que diz: você não precisa mandar; só precisa ter o telefone de quem manda. E como todo dito popular, este também é lamentavelmente verdadeiro, e explicarei por […]