Marcela Güther

Nome
Marcela Güther
Bio
Jornalista. Colabora para o Homo Literatus e para o Pausa para um Café. Tem um arroba no Twitter: @marcelaguther
Twitter
Facebook
Medium

Recent Post byMarcela Güther

“Olhe para mim, eu estou no céu”: o mundo literário de David Bowie

De Kerouac a Orwell: como o artista David Bowie, que faleceu em janeiro deste ano, entrou no mundo da literatura e utilizou técnicas surrealistas para composição de letras e músicas Quando uma pessoa nos deixa, surge um sentimento de vazio e impotência. Ainda mais quando essa pessoa é alguém sempre presente – não fisicamente, mas […]

A espera pela morte: a beleza suja e comovente de Corpo Sepulcro

Corpo Sepulcro, novo livro de Mike Sullivan, alia o belo e o profano em relato sobre a decadência humana Quem é o verdadeiro personagem de Corpo Sepulcro? É um protagonista sem nome, que pode ser tanto o autor, Mike Sullivan, como o próprio leitor – isso pelo simples fato de sermos humanos, mortais, suscetíveis aos […]

Qual é o gosto da palavra “sinestesia” na literatura?

De distúrbio neurológico à figura de linguagem, a sinestesia cruza os sentidos, manifestando-se na vida e obras dos escritores   O escritor russo Vladimir Nabokov (1899-1977), em sua autobiografia A pessoa em questão (1994), relatou que, quando criança, via cada uma das letras do alfabeto em uma cor distinta, por isso ficou muito perturbado quando ganhou […]

Especial Sci-fi: as adaptações cinematográficas de “2001: Uma Odisseia no Espaço” e “O Planeta dos Macacos”

Aproximações e divergências entre as obras originais e adaptações cinematográficas de 2001: Uma Odisseia no Espaço, escrito por Arthur Clarke e dirigido por Stanley Kubrick, e do livro O Planeta dos Macacos, do autor francês Pierre Boulle, adaptado primeiramente pelo diretor Franklin Schaffner Séculos atrás, eles imaginavam um futuro hoje superado ou nunca alcançado. Às vezes, […]

De famosos a anônimos: o jornalismo “raça pura” de Fred Melo Paiva

Em Bandido Raça Pura, o jornalista Fred Melo Paiva retrata, através de seu olhar peculiar para contar histórias, personagens famosos e anônimos, indo do cinismo pelo banal à crítica social Fred Melo Paiva não tem papas na língua – ou melhor, na escrita. Cutuca aqui, provoca um tantinho ali, sempre dando um jeito de mostrar […]

O amor vai nos dilacerar: dois livros para conhecer Joy Division

Unknown Pleasures – Joy Division, do Peter Hook, e Tocando a Distância: Ian Curtis e Joy Division, de Deborah Curtis, oferecem aos leitores duas visões sobre uma das bandas mais marcantes do pós-punk O som é triste, soturno e friamente profundo. As batidas da bateria, pulsantes, numa obediência quase militar, ecoam sombrias e acabam invocando […]

Lidando com a morte: o luto em duas obras literárias

De maneiras distintas, o sentimento de luto é abordado tanto no livro A Desumanização, de Valter Hugo Mãe, quanto na obra A Confissão da Leoa, de Mia Couto Na literatura, a morte não é figurante, ao contrário, ela se faz presente desde os poemas sumérios. Mas como ir além do ato da morte, como abordar o […]