Saulo Dourado

Saulo Dourado
Nome
Saulo Dourado
Bio
É escritor e professor e vive na Bahia. Mestre em Filosofia pela UFBA, publicou os livros de contos "O Autor do Leão (2014)" e "O Mar e Seus Descontentes (2016)", além de histórias infanto-juvenis, como colunista do Jornal A Tarde. Escreve sobre literatura com o prazer de quem bem conversaria uma tarde depois de cada leitura.
Twitter
Facebook
Medium

Recent Post bySaulo Dourado

10 Filósofos que escreveram literatura

Dez filósofos que apresentaram suas ideias em versos, diálogos e tramas ricas em personagens Desde o início do pensamento filosófico tal como o consideramos em nossos passos ocidentais, feito por conceitos e intuições que ultrapassam a mera aparência das coisas, há quem escreva ideias através da literatura. Se hoje a filosofia quer sentar-se à mesa dos […]

Fitzgerald e a rebeldia dos cabelos curtos

Fitzgerald, um corte de cabelo e um confronto entre o “velho” e o “novo” Em uma reunião de família, há uma semana, escutei uma garota anunciar: “Quero cortar meus cabelos em estilo ‘joãozinho’”. A reação de choque foi imediata – e cada membro da mesa tinha um argumento para contrariá-la. Era como se a sua […]

A leitura está morta!

Ler e se desesperançar, ler e denunciar, ler e se decepcionar, ler e compreender a vida ativa: o livro também há de ser uma possibilidade de perigo Não, eu não falo em nome dos editores que procuram alguma saída nas vendas avulsas, quando os governos não compram mais grandes lotes e o comércio virtual toma parte […]

Escritores e o medo de avião

Falemos do medo de avião que escritores como Gabo, Jorge Amado e Suassuna tinham Em 1980, o escritor que já imaginara pelotões de fuzilamento e chuvas de quatro anos seguidos confessou em um artigo no jornal El País um temor maior: “seamos machos: hablemos del miedo al avión”. Gabriel García Márquez, em uma noite de […]

Guimarães Rosa e José Veiga: a história de uma amizade

A ligação entre Guimarães Rosa e José Veiga Aracy e João Guimarães Rosa se imitaram. Os dois  nasceram em famílias de classe alta do interior e saíram do país na década de 30, por motivos próximos: ocupar vagas no consulado brasileiro da Alemanha, ele de cônsul adjunto, ela de funcionária consular, e para materializar o […]

Viver é muito perigoso, e ainda bem

Para Riobaldo, de Grande sertão: veredas, viver é muito perigoso, porque ainda não se sabe e porque aprender a viver é que é o viver mesmo No romance Grande sertão: veredas, de Guimarães Rosa, o narrador-personagem Riobaldo se conta a seu modo, “a meio, por em dobro não contar”, indo e voltando na história com “tudo turbilindo”. Uma […]

A humanidade de Antoine de Saint-Exupéry

A humanidade que Antoine de Saint-Exupéry descobriu na Terra dos Homens No ano de 2015, Antoine de Saint-Exupéry se tornou um escritor público: toda a sua obra pode ser editada e adaptada sem custos com direitos autorais. O fato tornou O Pequeno Príncipe ainda mais famoso com remakes em cinema e edições a mil, ilustrando cadernos de […]