Wérlen M. dos Santos

Wérlen M. dos Santos

É mesmo o fim da arte? Nesse texto procuraremos discutir os conceitos de estado heroico e estado prosaico por meio das tragédias Antígona (442 ou 441 a. C.) e Medeia (431 a. C), e com isso evidenciar o fim do modo de arte grega ao mesmo tempo em que se anuncia o início da forma […]

Em A guerra não tem rosto de mulher, de Svetlana Aleksiévitch, a história da Segunda Guerra Mundial é contada por mulheres combatentes que durante décadas foram silenciadas No livro A guerra não tem rosto de mulher, da ucraniana Svetlana Aleksiévitch, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura em 2015, a história da Segunda Guerra Mundial é […]

O que aproxima Simone de Beauvoir e Paulina Chiziane O avanço da idade, a proximidade da velhice e a consciência de si no outro, numa relação que não mais espelha o sonho realizado de um casamento feliz com um marido fiel. Com esses temas aproximamos a moçambicana Paulina Chiziane e a francesa Simone de Beauvoir; […]

O que as cartas escondem? Alguém já sentiu vontade de abrir a correspondência de outras pessoas? É crime, é verdade!, mas a curiosidade aguçada não faz mal e fez dessa vontade o motivo desse texto. É certo que as cartas estão cada vez menos frequentes, os serviços de postagem buscam outras formas para seus negócios, […]

No conto Os teólogos, do livro O Aleph, de Borges, a personagem Aureliano, coadjutor de Aquiléia, tem o conhecimento de uma seita, monótonos, cujo fundamento concebe a história como um círculo, “e que nada é que não tenha sido e não será” (2008, p.33). O conto inicia-se com a entrada dos hunos na biblioteca monástica […]