Categoria: Poesia

Matérias que falem sobre poetas ou sobre poemas.

O acaso, a necessidade e a sujeira de Ferreira Gullar

Poema Sujo, obra-prima de Ferreira Gullar, foi concebida quando o poeta estava exilado. Será que a obra existira se isso não tivesse acontecido? O século XX foi marcado por golpes, guerras…

Maurice Blanchot e a ressonância do poema

O poema solta a língua e fura a linguagem com suas quebras, elipses, piruetas proporcionando melhor acesso a essa voz que vem do longínquo, do além do princípio de prazer. Este…

Os lumes de Mia Couto e a voz de Herberto Helder

Em 2014, Mia Couto e Herberto Helder voltaram a publicar poemas, mas permaneceram na inércia editorial do Brasil, e seus versos não foram notados no país. Unir em um mesmo texto…

Manoel de Barros e os filhos de Clarice: a desconstrução das essências das coisas

Do pouco que li e aprendi com o velho Manoel (ou o eterno Menino do Mato), pude perceber que uma de suas prioridades está voltada para a desconstrução do comum…

A confluência poética de Jennifer Franklin

Estou entre as pessoas que acredita que, acima de qualquer outra coisa, a literatura é uma forma de conhecimento. Penso que isso pode ser especialmente verdadeiro quando se trata de…

Morrer não é novo, tampouco é novidade estar vivo: a poesia de Maiakóvski

Embora Maiakóvski seja considerado autor de uma lírica revolucionária e seja chamado de “Poeta da Revolução”, seus poemas não são só de palavras de luta, ele também escreveu sobre o fazer poético, amizade…

Modernismo tardio de elite periférica (afinal de contas, o que é o Concretismo?)

Para entendermos o que é o Concretismo e sua poesia, temos que entender que ele é uma vanguarda – e todos os eventuais problemas de ser uma vanguarda pós-segunda guerra….

Castro Alves, um poeta para os escravos

A incrível facilidade de se expressar por meio de hipérboles, antíteses, metáforas e diversas figuras de linguagens fez com que a obra de Castro Alves se tornasse grandiosa. O Romantismo…

Fernando Pessoa, um poeta de quantas faces?

Há 126 anos, nascia Fernando Pessoa, o poeta português que é, na verdade, uma multidão toda. É normal na história literária autores usarem outros nomes em determinado momento da carreira…

Qual a linha comum entre os poetas Rainer Maria Rilke e Manoel de Barros?

Assim como a poesia tem que “pegar” delírio, as imagens não se subordinam a comportamentos. Experimentar-se pelos arcanos das palavras é ser constantemente atingido por sua pujança, é ser inundado…

@homoliteratus on Instagram