A boa escolha narrativa de “O sol é para todos”

Além de tratar sobre o racismo, a obra O sol é para todos, de Harper Lee, tem como grande diferencial a voz infantil da narradora  Bons livros podem ser avaliados por diversos ângulos. Geralmente, eles trazem não apenas temas que prendem, mas também formas interessantes de contá-los. É o caso de O sol é para todos (no […]

Kornél Esti e as narrativas de quem desconhecemos

Coletânea de Dezsö Kostoláyni centrada no personagem Kornél Esti, O Tradutor Cleptomaníaco tem um tom relaxado, cujo rigor mostra, em pedaços de sua voz autoral, como a gente poderia ouvir as histórias desse livro em qualquer lugar Kornél Esti é do nosso povo. Detetive involuntário, sabe de gente que já foi do nosso convívio, e […]

De mim já nem se lembra: memórias sobre um irmão eternamente ausente

De mim já nem se lembra, romance epistolar de Luiz Ruffato, fala sobre perdas, família e, ao mesmo tempo, sobre a sociedade brasileira De mim já nem se lembra traz em suas poucas páginas assuntos delicados e caros para muitos. São eles: a perda de um irmão querido e as memórias restantes sobre ele. Isso […]

Nelson Rego daimon Homo Literatus

Daimon junto à porta evidencia a presença extra no cotidiano

Daimon junto à porta, seleta de contos de Nelson Rego, brinca com a ideia de uma presença extra junto aos personagens – e ela funciona como elemento de transição e também como incentivo para o que eles gostariam de fazer desde o começo Um daimon anda à espreita das pessoas, acompanhando seus cotidianos enquanto escolhe […]

Sonhos de trem: a realidade de um operário e de pessoas simples

Sonhos de trem, de Denis Johnson,  é uma narrativa crua e densa sobre a vida e a morte de Robert Grainier, operário na construção de estradas de ferro e carreteiro O livro Sonhos de Trem, sobre o trabalhador braçal Robert Grainier que viveu em Idaho (EUA), no início do século XX, é uma novela. Em sua […]

contraforte

Quando a Beleza desperta o Horror – Contraforte, de Rudinei Kopp

Um dos pensamentos mais comuns associados à fruição estética de uma obra de arte afirma que ela existe para elevar o espírito e nos transformar em seres melhores. Nunca essa discussão foi tão necessária quanto nos dias em que vivemos, no momento em que as obras de arte sofrem valorações baseadas em questões subjetivas do […]

Perder é sonhar

Catálogo de perdas reúne contos breves de João Anzanello Carrascoza e fotografias de Juliana Monteiro Carrascoza Colaboração de Renato Tardivo* Em Catálogo de perdas (2007), o que atravessa as narrativas – e as imagens – são, como indica o título, perdas: do pai, da mãe, do irmão, da avó, do amigo, da esposa, da inocência, do não […]

O vendedor de passados (ou: a narração feita por uma lagartixa)

Romance de José Eduardo Agualusa, narrado por uma lagartixa, apresenta a história de Félix Ventura, negro albino vendedor de passados O vendedor de passados é um título intrigante. Uma profissão do futuro? Ou será que isso já existe? Como assim podemos comprar passados? Como se não bastasse esse curioso título, o livro escrito pelo angolano José […]

O Jardim das Hespérides e o cuidado na transição das narrativas

O Jardim das Hespérides, coletânea de contos de Daniel Gruber, apresenta transições cuidadosas de perspectiva e o uso cauteloso de recursos, no cultivo de uma voz autoral que não quer depender demais de suas referências O Jardim das Hespérides é uma coletânea de contos que não quer depender totalmente do seu solo. A colheita que […]

A surrealidade da guerra em “Vaca de Nariz Sutil”, de Campos de Carvalho

Campos de Carvalho disse em entrevista que escreveu Vaca de nariz sutil  “aos prantos”. Caçula de uma família relativamente grande para os padrões atuais – eram seis irmãos – Walter Campos de Carvalho, o escritor surrealista, nasceu em Uberaba, Minas Gerais, em 1 de novembro de 1916, tendo, no entanto, concluído o bacharelado em Direito […]