Memes e literatura?

10 obras literárias com capas de memes genuinamente brasileiros 

A literatura, durante muito tempo, foi colocada em um pedestal e, por vezes, ainda é colocada por alguns. Era o lugar de expressão do belo, do sublime, do amor platônico. Essas noções foram perdendo suas forças, embora ainda existam. Para além disso, a literatura passou a representar mais o que somos enquanto seres humanos, enquanto povo de fato. A literatura passou a apresentar em suas páginas a sujeira, a violência, a marginalização, a homossexualidade, a mulher, a criança, o pobre, outras versões da história, enfim, tudo que de alguma forma era excluído ou estereotipado.

No entanto, o que poucas pessoas esperavam é que a literatura chegaria aos memes. Mas não podemos negar que era de se esperar isso no Brasil, um país onde tudo é motivo para piada e riso. Muitas páginas passaram a relacionar uma imagem de humor, ou que causa riso a alguns grupos, com obras literárias, seja com suas temáticas, com algumas frases ou com suas capas.

Uma página no Facebook tem se destacado com os memes literários, é a Obras literárias com capas de memes genuinamente brasileiros. O nome da página já diz tudo. O que buscam é: capa de um livro + um meme brasileiro, o que gera um, digamos, meme literário. A página conta ainda com um grupo no qual qualquer pessoa pode mandar seu meme – se ele for bom, será publicado na página no Facebook. Além de capas de obras literárias, eles fazem memes com livros das mais diversas áreas.

Bom, mas chega de falatório, não é? Vamos ao que interessa: aos memes. Só assim vocês podem ter uma real noção do que seriam essas obras literárias com capas de memes genuinamente brasileiros. Separamos dez capas para você se divertir. Confira!

 

1. Pergunte ao pó, de John Fante

 

2. A metamorfose, de Franz Kafka

 

3.  A vida passada a limpo, de Carlos Drummond de Andrade (este meme foi feito pela nossa editora Estela Santos. Pois é, gente!)

 

4.  Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar

 

5. O homem duplicado, de José Saramago

 

6. Bagagem, de Adélia Prado

 

7. O cheiro do ralo, de Lourenço Mutarelli

 

8. As mãos sujas, de Jean-Paul Sartre (mais um meme da nossa editora!)

 

9. O ovo apunhalado, de Caio Fernando Abreu

 

10. Crônica de um amor louco, de Charles Bukowski

Administrador Author

Texto postado pelo administrador. Envie também sua colaboração (principalmente matérias e artigos) para: contato@homoliteratus.com