O terceiro romance de Antônio Xerxenesky é sobre aquilo que não conhecemos. Ou que fingimos desconhecer e mesmo assim sabemos que existe, entendem? Como diz o ditado de quem não…