Em um pequeno stand improvisado na Avenida Paulista, Eduardo Lages vende diariamente o seu livro Querido Jaime, enquanto escreve outro, que se chamará Enxame Voltaire, o pai da ironia, costumava dizer…