Descoberta

A Descoberta do Mundo e a densidade existencial das crônicas de Clarice

A Descoberta do Mundo, coletânea de crônicas de Clarice Lispector, é mais do que um apanhado dessa face tão pouco falada da obra Clariceana. Parte disso se vê nesse texto, que faz uma ponte entre as incursões da autora nesse gênero e a angústia existencialista presente na obra de Jean Paul Sartre A Descoberta do […]

“A hora da estrela” de Clarice Lispector e de Suzana Amaral

Você sabia que, em 1985, Suzana Amaral adaptou A hora da estrela, da escritora Clarice Lispector, para o cinema?  Clarice Lispector já disse o que tinha que ser dito a respeito da apreciação de sua obra: “ou toca, ou não toca”. A mim, sua obra toca profundamente, tão profundamente quanto é dado a uma obra de arte […]

“O Corpo”, conto de Clarice Lispector adaptado para o cinema

A adaptação de “O corpo”, de Clarice Lispector, torna claro quais são os significados do conto e mostra o ser humano em seu estado puro O conto clariceano “O corpo” foi adaptado para o cinema por José Antônio Garcia. Essa adaptação não deixou lacunas nem tampouco criou demasiadamente sobre a obra a ponto de deturpar o […]

‘Solidão’, de Márwio Câmara, faz excelente companhia aos leitores

Linha a linha, escritor carioca desnuda a intensidade de sua literatura Solidão e outras companhias é um livro que faz jus ao próprio título. O que o leitor vai encontrar, distribuídos entre as 91 páginas da primeira obra do carioca Márwio Câmara, publicada pela Editora Oito e Meio, é um emaranhado de “solidão” cercado por […]

As cartas e o universo da intimidade

O que as cartas escondem? Alguém já sentiu vontade de abrir a correspondência de outras pessoas? É crime, é verdade!, mas a curiosidade aguçada não faz mal e fez dessa vontade o motivo desse texto. É certo que as cartas estão cada vez menos frequentes, os serviços de postagem buscam outras formas para seus negócios, […]

Clarice, eu, você e a barata

Certa vez, em uma conversa sobre Clarice Lispector, eu disse (não imune às piadas dos colegas que isso me rendeu por algum tempo) que ao ler a paixão segundo GH sempre me senti a desgraçada da barata. Com o sucesso que o ativismo pelos Direitos dos Animais e a prática (me recuso a aceitar a […]

Quando Clarice encontra Borges: o espaço infinito no conto ‘A Quinta História’

Sobre o conto A Quinta História, de Clarice Lispector, e a profundidade do infinito de Jorge Luis Borges O conto A Quinta História, de Clarice Lispector, apresenta ao leitor um discurso interior da personagem para si mesma. Ao narrar um mesmo conto várias vezes, de maneiras diferentes, sem alterar seu núcleo, a morte das baratas nos […]