Descoberta

A Descoberta do Mundo e a densidade existencial das crônicas de Clarice

A Descoberta do Mundo, coletânea de crônicas de Clarice Lispector, é mais do que um apanhado dessa face tão pouco falada da obra Clariceana. Parte disso se vê nesse texto, que faz uma ponte entre as incursões da autora nesse gênero e a angústia existencialista presente na obra de Jean Paul Sartre A Descoberta do […]

Como funcionava a dramaturgia no rádio

Num agosto, houve minha estreia no rádio.  Deixara o magistério e, orientado por Ghiaroni, um dos maiores novelistas do país, consegui emprego de roteirista na rádio Bandeirantes. Na época, a função era chamada de “redator”.   A primeira dificuldade foi encontrar roteiros de dramaturgia no rádio para me orientar.  Minha base foram scripts antigos e alguns […]

Jamais

Jamais saberemos o que guia uma narrativa – pode ser um filme ou uma lavanderia

Jamais saberemos o que realmente origina e guia uma narrativa – pode ser um filme ou uma ida à lavanderia Jamais saberemos o que guia uma narrativa. Luiz Ruffato, em texto publicado na Folha de S. Paulo, escreve que o filme Amarcord, de Frederico Fellini, norteou sua carreira. Além da composição de personagens calcada na […]

Captadores de silêncios – De Sergio Leone a Marçal Aquino

    Fotografia é algo muito subjetivo, que capta silêncios. Basta ler A câmara clara, de Roland Barthes, para se dar conta disso. Essa subjetividade está tanto no olhar do fotógrafo, que faz um recorte da realidade pelo visor da câmera, quanto no do espectador, que analisa o produto final e pode ou não se […]

O lugar da crônica na Literatura e a formação de novos leitores

Será a crônica na literatura uma porta de entrada para novos leitores? E onde estão sendo formados estes novos leitores? Vamos falar um pouco sobre o lugar da crônica na Literatura. Há quem diga que crônica não é um gênero literário. Outros dizem que a crônica é uma forma inferior de escrita, por onde um […]

A cicatriz de Rudinei

Tomando água? Santo chegava ao bar do Paulo. Estranhou ver Meleira bebendo algo que não fosse cerveja. A única coisa que não fugia da normalidade era o Marlboro de filtro vermelho preso entre indicador e médio. Pois é, estou pensando numas coisas. Que coisas? No momento ruim do São Paulo? Não, nada disso. Numa coisa […]

O aprendizado que vem com a (re)leitura

As novas reações que vem com a (re)leitura Por que costumamos dar mais ênfase à primeira leitura e esquecemos que a releitura de um romance, um poema, um conto etc. é tão ou mais valiosa? Reler um texto que já nos foi caro é, em geral, uma experiência instrutiva que põe em confronto duas versões […]

Se perdendo por empréstimo

Você já se perdeu por empréstimo? Eu sentia falta de emprestar livros das bibliotecas. A saciei por um pouco de acaso e oportunismo – pois essa é uma saudade fácil de lidar – graças a um convite da minha namorada. Ela precisava de um livro disponível na biblioteca do centro de Curitiba e me pediu […]

Clarice, eu, você e a barata

Certa vez, em uma conversa sobre Clarice Lispector, eu disse (não imune às piadas dos colegas que isso me rendeu por algum tempo) que ao ler a paixão segundo GH sempre me senti a desgraçada da barata. Com o sucesso que o ativismo pelos Direitos dos Animais e a prática (me recuso a aceitar a […]

A crônica mordaz de Sérgio Porto

A ironia e sagacidade de Sérgio Porto (pseudônimo: Stanislaw Ponte Preta) influenciou toda uma geração de cronistas brasileiros A crônica é um estilo de difícil denominação, o que é ou não considerado crônica pode levar horas e mais horas para se chegar a uma conclusão, se é que se chegará a tal definição; afinal, a […]