14 características do fascismo, segundo Umberto Eco

Umberto Eco descreveu catorze características marcantes do fascismo em O fascismo eterno que podem ajudar você a reconhecê-las Umberto Eco sabe o que fala ao comentar sobre o fascismo. Italiano, nascido em 1932, ele viu e conviveu com o governo de Benito Mussolini. Assim, em palestra proferida na Universidade de Columbia, nos EUA, fez um resumo […]

O Desdizer de Secchin e uma vida dedicada à arte da palavra

Do recente Desdizer e antes às primeiras publicações, o artigo analisa a produção poética de Antonio Carlos Secchin, dos recursos (meta)linguísticos às temáticas recorrentes na vasta poesia do autor A vida de certos escritores merece retrospectiva panorâmica, ainda que breve, com o intuito maior de evidenciar não somente sua trajetória, mas como ocorreu/ocorre seu amadurecimento […]

Lima Barreto e o destino da literatura

A beleza e o destino da literatura para Lima Barreto

A função e o destino da literatura na interpretação de Lima Barreto, em análise da obra O Destino da Literatura. Obra que nasceu de uma conferência (às avessas), ela nos mostra outra face do autor. Em 1921, o escritor Afonso Henriques de Lima Barreto ainda dá mostras da saúde precária que o levou à sua segunda […]

Em defesa dos chatos!

  Há uma figura que, independentemente da época, é sempre rechaçada: o chato. Não sei bem o porquê, mas nutro uma simpatia pelos chatos e, mais do que isso, para mim, eles são fundamentais para que o mundo caminhe em frente. Na literatura, então, eles ainda são poucos, bem mais numerosos do que em outras […]

O Romantismo ridicularizado em “Coração, cabeça e estômago”

Coração, cabeça e estômago é uma chance de reconciliação com parte da produção do Romantismo O Romantismo é um período literário conhecido por seus extremos. O amor extremo, o sofrimento extremo, o escapismo extremo. Um dos escritores que ajudou a cristalizar esse extremismo na literatura portuguesa do século XIX foi Camilo Castelo Branco, ancorado em […]

Staël

Madame de Staël, a precursora da crítica comparatista

Análise das obras de Madame de Staël, autora europeia tida como precursora da crítica comparatista Apresentação da autora Anne-Louise Germaine Necker de Staël-Holstein (1766-1817), Madame de Staël, teve sua importância para os estudos literários em perspectiva comparada por se propor a analisar a literatura produzida fora da França, numa tentativa de adaptar o ideal romântico, […]

Quando vivi um trecho de um conto do Borges

“Os Outros o lerão como um conto” O Outro é um dos meus contos favoritos do Jorge Luís Borges. Nas linhas iniciais, o narrador diz: “Não o escrevi imediatamente, porque meu primeiro propósito foi esquecê-lo para não perder a razão. Agora, em 1972, penso que, se o escrevo, os outros o lerão como um conto […]

Por que ler Borges?

Borges escreveu suas obras a partir de leituras e memórias Jorge Luis Borges (1899 – 1986) é uma daquelas figuras obrigatórias em qualquer estante. Dono de uma prosa elegante e, literalmente, fantástica, o escritor argentino é um dos maiores expoentes da literatura latino-americana, ajudou a criar movimentos artísticos em seu país e devido a preferências […]