Torcicólogos literários do absurdo

No seu novo livro, Gonçalo M. Tavares quebra pescoços duros de estagnação literária Todas as vezes que decido ler um livro de Gonçalo M. Tavares, preciso de uma preparação mental que antecede a leitura. Tento ligar meu botão mental da vanguarda, aprumo o senso crítico, dou uma erguida no volume da estética e me ajeito […]

As Aventuras, os Desafios e as Intermitências da Morte

Quais questões são levantadas em As intermitências da morte, de José Saramago? Ele está, indubitavelmente, entre os mais importantes nomes da literatura em Língua Portuguesa no mundo. Escreveu uma série de ótimos livros como O Ano da Morte de Ricardo Reis (1984), A Jangada de Pedra (1986), História do Cerco de Lisboa (1989), O Evangelho Segundo […]

Manuel de Freitas e o ocaso excitante de um poeta sem qualidades

O poeta nos lembra de que a poesia inscreve um tempo, um lugar, um sentimento Ainda pouco lido e divulgado no Brasil, o poeta e crítico Manuel de Freitas apresenta uma produção tão representativa e apaixonante quanto à de seu patrício e contemporâneo, Valter Hugo Mãe, atualmente abundante nas estantes brasileiras. Embora a paridade não […]

Memorial do Convento e o casal memorável

Memorial do Convento é a consagração de uma das mais impactantes relações de amor Há livros que se destacam pelo conjunto da trama e também aqueles em que os personagens acabam se sobrepondo à própria história. Memorial do Convento é tudo isso ao mesmo tempo e mais ainda a apresentação do casal merecedor de estar […]

Saramago e a dimensão humana de Jesus

José Saramago, em seu livro O Evangelho Segundo Jesus Cristo, apresenta Jesus como alguém que possui espírito inquieto e que busca respostas para as coisas do mundo O que afinal queria Jesus? O que ele veio fazer aqui? Ele veio mesmo para nos salvar? O livro O Evangelho Segundo Jesus Cristo, de José Saramago, não […]

Lidando com a morte: o luto em duas obras literárias

De maneiras distintas, o sentimento de luto é abordado tanto no livro A Desumanização, de Valter Hugo Mãe, quanto na obra A Confissão da Leoa, de Mia Couto Na literatura, a morte não é figurante, ao contrário, ela se faz presente desde os poemas sumérios. Mas como ir além do ato da morte, como abordar o […]

Como o mundo recebeu o evangelho de Saramago

Ao lançar O evangelho segundo Jesus Cristo, Saramago faria inimigos e tornaria sua fama fora dos círculos literários ainda maior. Só não contava com uma censura. Em 1991, o português José Saramago já era um escritor consolidado em seu país e no exterior. Havia publiado uma sequência de romances memoráveis – Levantado do Chão (1980), […]

Os lumes de Mia Couto e a voz de Herberto Helder

Em 2014, Mia Couto e Herberto Helder voltaram a publicar poemas, mas permaneceram na inércia editorial do Brasil, e seus versos não foram notados no país. Unir em um mesmo texto dois poetas sem que se procure compará-los pode parecer, num golpe de vista, tarefa das mais impraticáveis. Como me situo entre aqueles que não acreditam […]