Captadores de silêncios – De Sergio Leone a Marçal Aquino

    Fotografia é algo muito subjetivo, que capta silêncios. Basta ler A câmara clara, de Roland Barthes, para se dar conta disso. Essa subjetividade está tanto no olhar do fotógrafo, que faz um recorte da realidade pelo visor da câmera, quanto no do espectador, que analisa o produto final e pode ou não se […]

O mergulho literário de Manoel de Barros

As referências artísticas do poeta Manoel de Barros na música, artes e literatura Contemplar a obra do poeta Manoel de Barros é um mergulho em uma nova gramática literária, desdobramentos do idioma em neologismos e figuras de linguagem que seguiam as regras da vegetação rasteira do Pantanal matogrossense, absolutamente desvinculados da linguística normativa. O escritor […]

10 Filmes e documentários baseados na vida de escritores

Cinema com cara de biografia: dez filmes e documentários sobre a vida de escritores  Cinema e literatura podem andar de mãos dadas. Um exemplo é quando obras literárias saem do papel e vão às telas por meio das adaptações cinematográficas, mas não há somente isso. Existem, ainda, os filmes e documentários sobre a vida de […]

Essência e singularidade em “A língua das coisas”, inspirada em Manoel de Barros

 Conheça o curta-metragem inspirado na obra de Manoel de Barros. A leveza contida na relação tão bonita e sincera entre um avô e seu neto tornaram-se tema principal deste curta-metragem selecionado pelo programa Curta Criança do MINC e Tv Brasil, o qual foi inspirado na obra de Manuel de Barros. Resgatando valores humanos já há […]

Avant, Manoel

Sobre o falecimento do poeta Manoel de Barros, aos 97 anos. Este ano a morte foi cruel com a literatura brasileira e os seus leitores. Ariano Suassuna, Rubem Alves, João Ubaldo Ribeiro e agora o poeta Manoel de Barros foi quem nos deixou. Mentes e pessoas maravilhosas que partiram deste nosso mundo pequeno para sabe […]

Manoel de Barros, o homem das coisas desimportantes

O poeta Manoel de Barros faleceu hoje em Campo Grande aos 97 anos de idade. Sempre considerei os poetas os mais sofisticados organismos vivos sobre a face da Terra. E, hoje, mais um exemplar dessa nobre estirpe partiu: Manoel de Barros. No momento que escrevo, os jornais contam que o poeta pantaneiro estava internado desde […]

Qual a linha comum entre os poetas Rainer Maria Rilke e Manoel de Barros?

Assim como a poesia tem que “pegar” delírio, as imagens não se subordinam a comportamentos Experimentar-se pelos arcanos das palavras é ser constantemente atingido por sua pujança, é ser inundado de fracassos, pois se entra constantemente no simulacro do controle; já que não se consegue agarrar a rebeldia das palavras, como se fosse possível segurar […]

Manoel de Barros, o marceneiro das palavras

Manoel define sua poesia apenas como jogos de palavras que não querem esconder nenhum significado obscuro. Está tudo ali, basta ao leitor apreciar o resultado de suas experiências vocabulares. Mais do mesmo dizer isso, mas o gênero literário que menos atrai adeptos é, sem dúvida, a poesia. Os motivos são variados. Alto grau de hermeticidade, […]

Manoel de Barros, um susto bom

Na minha última coluna, comentei sobre a realização de um pequeno sonho de consumo literário, o livro de letras de Aldir Blanc. Enquanto escrevia, lembrei-me de outro realizado há algum tempo atrás. Trata-se do volume Poesia completa, de Manoel de Barros (Leya, 2010) – já não tão completa como antes, após o lançamento de Escritos […]