Jorio Dauster: o embaixador que traduziu O Apanhador no Campo de Centeio

O Homo Literatus conversou com Jorio Dauster, tradutor de O apanhador no Campo de Centeio e outras obras importantes Nascido em 1937, Jorio Dauster foi um dos tantos jovens fortemente impactados pelo livro O Apanhador no Campo de Centeio, de J. D. Salinger, lançado nos Estados Unidos em 1951. Anos depois, em 1957, aquele jovem, que […]

Philip Roth teria “previsto” Donald Trump? – O próprio autor responde

Em 2004, o autor publicou Complô contra a América, sobre uma eleição que virou o país de cabeça para baixo. Teria sido isso que aconteceu agora nos Estados Unidos? Em 2004, Philip Roth publicou Complô contra America. Os quatro personagens principais do livro, que se passa em junho de 1940 e outubro de 1942, são uma […]

Philip Roth e seu Complexo de Portnoy

Portnoy: o personagem criado por Philip Roth que não foi capaz de contar a própria história e mal pode dizer que é protagonista dela Em Complexo de Portnoy, romance de Philip Roth, quem fala ao longo de todo o livro é apenas o jovem judeu norte-americano Alexander Portnoy. Este, coitado, bem merece ter aqui o […]

‘O Animal Agonizante’ e a pulsante irracionalidade do desejo

Sexo, desejo e velhice. Poucos concatenam essas três palavras tão bem em uma história quanto Philip Roth. Em Animal Agonizante (Companhia das Letras, 2006), o protagonista culto e confiante de si chama-se David Kepesh, professor aposentado e apresentador de um programa cultural. Como é comum em Roth, o escritor desenvolve com esmero, como o de […]

Louco por boceta

Escrevo esta crônica no interior de um ônibus, pois foi em veículo tal que aconteceu a sem-vergonhice. Sou um daqueles sujeitos abençoados por não passar mal ao ler dentro do ônibus. Tanto que armo as mais engenhosas técnicas para conseguir um lugar e me sentar ao subir no veículo. Isso vai desde uma análise geográfica-comportamental […]

As angústias existenciais na obra “Homem Comum”, de Philip Roth

O Homem Comum, como em outros romances de Roth, segue uma tradição muito peculiar e rica na arte em geral, que é a do sujeito adulto passando em revisão a sua vida e pinçando aqui e ali as suas frustrações e arrependimentos Siri Hustvedt, escritora norte-americana, em O Verão Sem Homens, descreve com muita sensibilidade […]

7 alter egos de escritores famosos

Por que autores consagrados criam alter egos e por que eles fazem tanto sucesso, mesmo que saibamos que são na verdade os próprios autores? “Escreva o que você conhece.” É um lugar-comum, porém sábio, o conselho, pois a recomendação é a base para alguns dos romances mais aclamados de todos os tempos. Alguns autores exploram o meio […]

A escrita e a masturbação

Veio então a adolescência e eu passava a maior parte trancando no banheiro, disparado meus esguichos no vaso sanitário ou dentro da cesta de roupa suja, ou num plaft contra o espelho do armário de remédios, diante do qual me punha de cuecas arriadas, para ver como era a coisa saindo (…) No meio da […]

Ensaio: Percepções Kafkanianas – Humor, Desejo e Solidão

Franz Kafka, em Praga (1922) Silêncio profundo; como é belo aqui, ninguém se preocupa com a minha construção, todos têm seus interesses, nenhum deles está relacionado comigo, como é que cheguei a isso? – Franz Kafka na novela A Construção. 1. Introdução Kafka é um autor inesgotável na multiplicidade de análises possíveis de sua obra; e […]

5 descrições picantes de sexo na literatura

Se você é do tipo que não curtiu, ou nem se interessou, por Cinquenta Tons de Cinza, talvez por exigir livros mais elaborados, mas gosta de uma cena de sexo bem escrita, este é o texto certo para você! Um bom escritor, em nossos dias, não é bom o suficiente se não souber escrever cenas […]