Cartógrafo de Dunas

Cartógrafo de Dunas é um grande copo de água fresca no deserto

Cartógrafo de Dunas é uma obra de poderosa carga estética, com ousados recursos trabalhados com surpreendentes inteligência e destreza.   “Poesia. Porque a vida não é um mar de prosas.” Não consegui encontrar um melhor começo para a presente resenha do que o oásis acima (leia o livro e entenderá a referência). A poesia contemporânea […]

Breve fala sobre um Marco

Um Marco para ser amigo da poesia Em 2010, quando terminava o ensino médio e não sabia ao certo o que fazer da minha vida, caiu em minhas mãos o Ode paranoide, do escritor gaúcho Marco de Menezes. Eu já tinha alguma base de leitura, gostava de escrever uns versinhos perdidos por aí, mas quando […]

Todos os poemas de amor são ridículos!

Poemas ridículos de amor sem medo de serem ridículos “e viveria assim/ todos os dias até o fim,/ faça chuva ou carnaval,/ ao sol ou a sós,/ sob o som da tua voz.” Amorcalipse (Penalux, 2016), do escritor Múcio Góes, é um livro modernoso, com belíssimas ilustrações de Juca Oliveira. Fala de amor, e claro, da […]

A incrível experiência artística de ‘Mosteiros’, de Nathan Sousa

Mosteiros, quinto livro do escritor piauiense Nathan Sousa, coroa uma trajetória nos versos do autor que é tão competente com as palavras e seus meandros, suas rimas, seu ritmo e suas referências Em relação ao conjunto dos poemas de Mosteiros (2015), é quase impossível selecionar um ou dois como exemplo do que o livro traz. Ele […]

Os ‘Poemas da esquerda erótica’, de Ana María Rodas

Em Poemas da esquerda erótica, Ana María Rodas quebra tabus: aponta a repressão, por meio de cenários patriarcalistas e misóginos, isto causando espanto em função do conteúdo sexual dos versos. Ana María Rodas nasceu na cidade de Guatemala, em setembro de 1937. Hoje, com 78 anos, é Ministra da Cultura na Guatemala e está em plena […]

Os pontos ligados de Gregorio Duvivier

A poesia de Gregorio Duvivier e um pouco da sua trajetória. Poemas de amor, certamente. E de big bang, certeiros. “Eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama”, imagéticos e bem cheirosos, como se tivessem acabado de sair do banho, lavar as mão com o detergente de maçã, ou […]

5 Poemas imperdíveis do poeta gótico Lord Byron

Um dos maiores nomes do romantismo, o poeta inglês Lord Byron (nascido em Londres, em 22 de janeiro de 1788) marcou a história da literatura com sua poesia pessimista. Verdadeiro rebelde das letras, ele desafiou as convenções morais e religiosas de sua época. Byron tinha a reputação de ser alguém original, controverso e nada convencional. […]

Morte à poesia – Juliano Rodrigues

“As editoras desistiram de publicar poesia, esgotaram as possibilidades” A resposta de Raphael Draccon, escritor e editor foi mais ou menos esta durante a Nerd Expo realizada em Blumenau, quando perguntei se haveria um ressurgimento da poesia, ou se continuaríamos apenas lendo velhos mortos. Esta fala me deixou doente no primeiro momento, literalmente, tive dor […]