O Romantismo ridicularizado em “Coração, cabeça e estômago”

Coração, cabeça e estômago é uma chance de reconciliação com parte da produção do Romantismo O Romantismo é um período literário conhecido por seus extremos. O amor extremo, o sofrimento extremo, o escapismo extremo. Um dos escritores que ajudou a cristalizar esse extremismo na literatura portuguesa do século XIX foi Camilo Castelo Branco, ancorado em […]

O Realismo Romântico e o Idealismo Naturalista

O Realismo Romântico e o Idealismo Naturalista na construção de uma representação nacional por meio da literatura A palavra “realismo” abarca diversas acepções. Dentro do universo literário, pode se referir à escola do século XIX, que tem por ícone o escritor francês Gustave Flaubert. Este seria o realismo histórico, ou Realismo, que no Brasil foi […]

A ruptura no sistema literário feita por Machado de Assis

Uma análise concisa do que já havia de inovador no jovem Machado de Assis. Machado de Assis (1839-1908) conquistou e ainda conquista uma legião de leitores. Milhares de pessoas instruem-se, divertem-se e se assombram com os escritos magistrais e imortais deixados por esse escritor brasileiro. Sua obra alia-se à sutileza psicológica sem deixar de lado […]

O Romantismo na sua melhor forma em O conde de Monte Cristo

Como uma obra pode ir além dos preceitos de seu movimento literário, vencendo o tempo e se tornando aprazível ainda hoje. Algumas estéticas literárias são complicadas de se digerir atualmente. O Romantismo, sem dúvida, é uma delas. O leitor do romance desse período é obrigado a lidar com um conceito de amor casto e espiritual […]

O poeta dos escravos, o canto do aflitos

Sem poder esmagar a iniquidade Que tem na boca sempre a liberdade, Nada no coração; Que ri da dor cruel de mil escravos, — Hiena, que do túmulo dos bravos, Morde a reputação!… (Castro Alves) Castro Alves ou o dono do canto dos aflitos, como costuma ser chamado, nasceu em 1847 e faleceu em 1871. […]