Essas palavras que nos definem

Palavras grandes, pequenas, abstratas, diretas, são elas que nos definem   “Eu tenho medo dessas palavras grandes que nos deixam tão infelizes”. A frase de Stephen Dedalus, personagem do escritor James Joyce, é curiosa. Ela foi pronunciada no começo do Ulysses, obra cujas particularidades podem causar repulsa, admiração, curiosidade ou até assustar quem ouve falar […]

O medonho despertar de James Joyce em Finnegans Wake

Finnegans Wake não pede a nossa compreensão, apenas que a gente se jogue Surtei de vez e resolvi ler Finnegans Wake, o ápice criativo (e destrutivo) do irlandês James Joyce. Li sobre essa coisa algumas vezes, e após algumas leituras do Dublinenses, do e sobre o Ulysses, uma leitura do Retrato do Artista quando Jovem […]

A novela que inaugurou o fluxo de consciência na literatura

Pioneira na técnica do fluxo de consciência, obra esquecida do francês Édouard Dujardin foi uma das principais influências de James Joyce em Ulysses Um entardecer de sol se pondo, ar distante, céu profundo, e massas confusas, ruídos, sombras, multidões, espaços de extensão infinita, um vago entardecer… Pois sob o caos aparente, entre o tempo e o […]

Finn’s Hotel: o manuscrito perdido de James Joyce

Edição brasileira de Finn’s Hotel apresenta os primeiros passos inventivos de James Joyce para a construção de seu último romance em vida, o enigmático Finnegans Wake.   Marcado pela ousadia estética que extrapolou os limites da prosa literária, atingindo o seu grau máximo com a publicação de Ulysses (1922) e, posteriormente, Finnegans Wake (1939), James […]

8 Grandes mães da literatura

 E o que dizer das grandes mães da literatura? Como reflexo que é das relações humanas, a arte literária se alimenta de grandes personagens femininas, mulheres que através de palavras se tornam reais – ao menos para os leitores, que rapidamente as identificam com a mãe que tiveram. Ainda sobre maternidade, é bacana ler o […]

Óh, Dirceu! – E se Ulysses se passasse no carnaval do Rio de Janeiro?

Todo aspirante a escritor…. Corrrijo. Começo de novo. Quase todos os aspirantes a escritor, quer dizer, alguns dos … começam plagiando os seus autores preferidos. Vejam as Clarices e Rubens Fonseca existentes por aí. No início, o exercício pode ser até interessante, mas ninguém sobrevive à sombra de outra pessoa. É preciso conhecer a própria […]

Ulysses, de James Joyce, um convite para se perder

E eis que em meio a uma conversa qualquer sobre literatura alguém te fala desta “coisa”. Te mostra o livro na estante, você sai de seu lugar, põe a mão na criança, a reação inicial fica entre o susto, a contemplação, a surpresa e “não faço ideia se vou ler isso”. Especialmente quando a coisa […]

James Joyce e seus problemas de visão

James Joyce, um dos maiores nomes da literatura moderna do século XX, autor de clássicos como Retrato do Artista quando jovem, Ulysses e Finnegans Wake, teve uma época terrível com os olhos. Quando tinha seis anos de idade, recebeu seu primeiro conjunto de óculos, e aos 25 anos, o jovem escritor foi diagnosticado com o […]

Notas sobre Ulysses, de Joyce: perdido no jornal – Vilto Reis

Só para você saber, agora está num jornal. Sinta/ouça. “As máquinas tilintavam em compasso três por quatro. Prensando, prensando, prensando. Agora se ele ficasse paralisado ali e ninguém soubesse como parar aquelas prensas elas iam continuar tilintando sem nem dar por isso, imprimir e comprimir e oprimir e deprimir. Bagunçar a coisa toda. Precisa ter […]

Bloomsday e o desafio – Laysa Boeing

Minha última semana de férias. Não que isso seja relevante, ou que eu ache ruim, ou que eu ache bom. Realmente tanto faz. Entretanto tive uma ideia muito curiosa e por que não compartilhá-la com gente da mesma espécie que a minha? Como a maioria do Literatus deve saber (principalmente os fanáticos por Joyce), dia […]