Tag: Virginia Woolf

Mrs. Dalloway, a obra-prima do trivial

O fluxo de consciência escondido no “trivial” Mrs. Dalloway Nascida em Londres, Inglaterra, no ano de 1882, a escritora Virginia Adeline Stephen Woolf tem entre suas mais importantes obras o…

Virginia Woolf e Clarice Lispector: o ser tudo, ou ser nada

Uma outra visão sobre nossas incertezas passadas visto por Virginia Woolf e Clarice Lispector “…não quero me confirmar no que vivi – na confirmação de mim eu perderia o mundo…

Mais 10 autores essenciais para saber o básico sobre literatura inglesa

Dez autores e autoras da literatura que todo mundo deveria ler antes de morrer Um artigo, definitivamente, não é o bastante para contemplar a grandeza da literatura produzida na Inglaterra….

“Não existe o fazer literário sem a sedução da linguagem”, entrevista com Alex Sens

Sens constrói uma prosa poética disposta a diminuir a velocidade do tempo, fazendo com que o leitor contemple cada detalhe da atmosfera imersa e caótica de sua trama de perfil…

Existe uma escrita feminina?

Uma análise das possibilidades de uma escrita feminina a partir da teoria e da prática na Literatura A escrita feminina, como expressão, dificilmente alcançará uma condição final e soberana, pois…

9 produtos estranhos inspirados na Literatura

Em tempos de capitalismo selvagem, há quem tente ganhar dinheiro com tudo, até com Literatura (talvez da forma errada) A literatura inspira muitas coisas, de outras obras literárias até outras…

Você já leu Shakespeare e não sabe

Como Shakespeare está presente e influencia a Literatura até hoje Poucos escritores podem se orgulhar de serem imortais e William Shakespeare, definitivamente, é um desses. Morto no começo do século…

30:MIN #065 – Por que ler Virginia Woolf?

Sejam bem-vindos, leitores e leitoras ao 30:MIN, o seu podcast de literatura. Nesta edição, Vilto Reis, Cecilia Garcia Marcon e Jefferson Figueiredo batem um papo descontraído sobre uma das maiores escritoras de todos os tempos, Virginia…

Condições para escritoras, segundo Virginia Woolf

A escritora cria uma situação hipotética: e se Shakespeare tivesse uma irmã igualmente talentosa? Essa irmã provavelmente não conseguiria chances iguais e seu talento seria sufocado. Por mais que se…

Mrs. Dalloway: o íntimo inesgotável

“[…] a leitura de Mrs Dalloway, portanto, é um refresco abissal: derruba-nos para dentro de nós mesmos, inebriando-nos com a permanência do próprio eu, recordando-nos da importância da sensibilidade que não…

@homoliteratus on Instagram