12 escritores famosos e seus animais de estimação

0
1499

Há uma polêmica em andamento que é do conhecimento de todos: usar ou não animais para testar cosméticos e medicamentos. De quem é contra o uso de animais não há muito que dizer. De quem é a favor, já se ouviu de tudo: o argumento mais forte é de que os testes com o uso de animais se justificam para pesquisas de medicamentos que podem salvar vidas humanas, e até comparar os cachorros com os bois e perguntar por que não se invadem matadouros para libertá-los. Sem querer se estender muito sobre o assunto e sobre o fato de que já há outras alternativas, a crueldade com os animais em nossa civilização não deveria mais existir, mesmo com aqueles que se destinam a alimentação, sem entrar também no mérito se devemos comê-los ou não. Na Europa, a lei proíbe os testes em animais, e nos EUA, há tempo foi proibido os testes com macacos. Mas os animais são diferentes entre si, e os cães assim como os gatos, possuem certas particularidades. São animais de companhia para idosos e crianças, guia de cegos, etc..

Antes da lista, duas frases para se pensar no assunto:

Atrocidades não são  atrocidades menores quando ocorrem em laboratórios, ou quando recebem o nome de ‘pesquisa médica. – George Bernard Shaw (Dramaturgo, Nobel 1925)

Não há diferenças fundamentais entre o homem e os animais nas suas faculdades mentais…os animais, como os homens, demonstram sentir prazer, dor, felicidade e sofrimento. – Charles Darwin

***

Neil Gaiman e seu cachorro Cabal

O autor de romances e quadrinhos é um dos mais aclamados da atualidade. Escreveu Stardust, Deuses Americanos e a graphic novel Sandman.

William Faulkner e seus cães (Imagem de Henri Cartier-Bresson, via)

Ele foi um dos maiores autores do século 20. Escreveu livros, contos e poesias. Algumas de suas obras mais conhecidas são: O Som e a Fúria (1929), Enquanto Agonizo (1930) e Desça Moisés (1942).

Mark Twain posa com seu gatinho

O escritor e humorista é conhecido pelos romances As Aventuras de Tom Sawyer e As Aventuras de Huckleberry Finn.

Kurt Vonnegut corre com seu cachorro Pumpkin (Imagem via)

Ele escreveu romances, ensaios e peças de teatro. Ficou famoso por Matadouro 5 (1969), O Espião Americano (1961), Revolução no Futuro (1952) e Cama de Gato (1963).

Tennessee Williams e seu gatinho Sabbath (Imagem via)

O escritor é conhecido pela autoria de peças famosas como Gata em Teto de Zinco Quente e Um Bonde Chamado Desejo. Aclamado pela crítica, recebeu dois prêmios Pulitzer.

Ernest Hemingway e um de seus gatos (Image: JFK Library)

É um dos escritores mais famosos de todos os tempos. Escreveu O Velho e oMar (1952) e recebeu o Nobel de Literatura em 1954. 

Clarice Lispector ao lado de seu cachorro Ulisses (Imagem do arquivo Lêdo Ivo/ Acervo Instituto Moreira Salles)

Ela é a mais famosa escritora brasileira. Seu livro mais conhecido é A Hora da Estrela (1977).

J. K. Rowling faz carinho em Sapphire

A autora da saga Harry Potter adotou a cachorra em um abrigo de animais.

Franz Kafka ao lado de seu cachorro

Foi um dos maiores escritores de ficção do século 20. Suas obras mais reconhecidas são: A Metamorfose (1925), O Processo (1925) e O Castelo (1926).

woolfVirginia Woolf e sua cachorra Pinka (Imagem de Gisele Freund, via)

A escritora britânica é famosa por suas obras modernistas compostas sob o método do fluxo de consciência. Escreveu Mrs. Dalloway (1925), Orlando (1928) e várias outras obras conhecidas mundialmente.

Stephen King e seu corgi Marlowe

Ele é um dos escritores de histórias de terror mais famosos do mundo. É autor de Carrie, a Estranha, O Iluminado, da série A Torre Negra e várias outras obras.

William S. Burroughs segura seu gatinho Ginger

Ele foi um dos autores mais famosos da Geração Beat. Escreveu Almoço Nu e Junky.