13 Dicas de presentes de natal que você respeita

Aqui vão algumas boas dicas (ou quase isso) de presentes literários!

Natal chegando e a gente tá como? Querendo dar um presente para aquele(a) amigo(a), para o(a) namorado(a), para o pai ou mãe, ou seja, os seres que nos rodeiam e que amam literatura (ah, e a gente tá querendo receber presentes também, porque aqui ninguém é bobo(a), né?). Dar mais um livro de presente? Sim, é uma boa opção, mas também podemos dar outras bugigangas literárias que também farão todos felizes.

Aqui vai uma listas de presentes literários que impõem respeito e também despertam inveja.

 

1. Primeiramente, livro(s). É claro. Uma dica tradicional, mas que amamos e que nunca sai de moda.

 

2. Essa bolsa kafkaniana para aquela pessoa que é super fã do Kafka.

 

3. Aquele vale tatuagem. E por que não? Nada como termos na pele aquilo que amamos.

 

4. Bolsa literária. Pra carregar nossas tralhas e livros, claro.

Bolsa da Livraria Cultura

5.  E por que não um acessório literário para dar aquele charme no look?

 

6. Camiseta com frases de livros, versos de poemas ou até com a foto ou caricatura de nossos escritores favoritos. Ah, e camiseta nunca sai da moda.

Camiseta da loja Obashop

 

7.  Chinelinhos. Ou uma relação de amor e ódio: não só respirar literatura, mas também pisar nela.

Chinelos da loja Melhor envio

 

8. Poster para deixar sua casa literária e estilosa.

Poster da loja Chico Rei

 

9. Almofadas: literatura, conforto e decoração.

Almofada da loja: Obashop

 

10. Imã: é retrô é estiloso também.

Imã da loja: Zazzle

11. Estante de livros. Ta aí uma coisa que a gente sempre acaba precisando.

 

 

12. A amada, boa e velha caneca! *Suspiros*

Caneca da loja Zazzle

13. E, por fim, um aparador de livros. Sempre útil e descolado.

Aparador da loja Trazpraca.com


Autor Omisso
Ex-colaboradores ou dados perdidos em migrações de servidor. Para reivindicar este texto envie e-mail para perdido@homoliteratus.com
Autor Omisso
Ex-colaboradores ou dados perdidos em migrações de servidor. Para reivindicar este texto envie e-mail para perdido@homoliteratus.com
- Advertisment -

Em Alta

- Advertisment -