20 Obras de Terror Apocalíptico para ler antes do fim do mundo

0
1327
George R.R. Martin interpretando ele mesmo como zumbi, na série Z Nation
George R.R. Martin interpretando ele mesmo como zumbi, na série Z Nation

Seja por causa de zumbis, vampiros, armas biológicas ou mesmo uma doença desconhecida, nada é mais aterrorizante em uma história que um cenário que coloque não só a vida do protagonista em risco, mas também os coadjuvantes, vilões, figurantes e o futuro de toda a humanidade. Livros, HQs, filmes, séries e jogos de Terror Apocalíptico vem se destacando há um bom tempo pelo tamanho do púbico que atraem, além de sua quantidade de títulos e diferentes enfoques às suas distopias.

Para quem procura uma opção para conhecer este gênero, ou mesmo quem já é familiarizado e está indeciso sobre o próximo título, listamos abaixo algumas sugestões de livros e HQs, apontando seus principais aspectos e diferenças.

 

A Estrada, Cormac McCarthy

Este livro talvez seja o retrato mais sombrio e desolador do que seria o fim dos tempos. Em um mundo estéril, onde o céu está sempre encoberto por cinzas, a vegetação morta e os rios sem vida alguma, pai e filho vagam pelas estradas sem nenhum propósito além da sobrevivência, fugindo do frio do inverno que se aproxima, buscando suprimentos e se escondendo de ladrões e assassinos que estão sempre à espreita.

 

Apocalipse Z, Manel Loureiro

Em uma pequena cidade espanhola, um advogado registra seu dia a dia em um blog quando eventos de escala global começam a se desenrolar. Este livro mostra o apocalipse zumbi em formato de registros pessoais deste personagem, desde suas primeiras impressões do que está acontecendo às suas estratégias para fugir de hordas de mortos-vivos e sobreviver.

 

A Dança da Morte, Stephen King

Misturando terror, ficção científica e fantasia, este livro mostra a luta do bem contra o mal, num mundo em que 95% da população foi dizimada por uma arma biológica. Com personagens cativantes, Stephen King separou sua história em três partes, primeiro relatando o acidente com a arma biológica e o extermínio de grande parte da população, depois mostrando a sociedade se organizando e sobrevivendo em duas grandes comunidades e, por fim, a grande batalha entre o bem e o mal.

 

The Walking Dead (HQ), Robert Kirkman

Uma das mais bem sucedidas séries de televisão foi originada nesta HQ, muito mais violenta que a emissora AMC se dispôs a televisionar.

Assim como na tevê, a trama dos quadrinhos gira em torno de Rick Grimes, um policial que acorda de um coma em um hospital e encontra o mundo infestado de mortos vivos. Na luta pela sobrevivência de sua família, ele acaba liderando um grupo de sobreviventes, que tentam se adaptar enquanto percebem que os mortos são o menor de seus problemas.

 

The Walking Dead (livro), Robert Kirkman e Jay Bonansinga

A Ascensão do Governador, o primeiro livro de uma série de seis (por enquanto), conta a história de Philip Blake, sua filha Penny, seu irmão Brian e outros sobreviventes, que buscam segurança em meio ao caos gerado pela epidemia zumbi que assola os arredores de Atlanta. Dentro deste grupo, está o homem que se tornará um grande líder e um dos piores vilões da série.

 

Guerra Mundial Z, Max Brooks

Anos após a Guerra Mundial Z, evento em que os mortos vivos quase destruíram toda a humanidade, um militar decide organizar uma série de entrevistas feitas com sobreviventes e divulgar ao público. Este livro mostra os acontecimentos desde o início da guerra até sua resolução, através de entrevistas com pessoas de diversas partes do mundo. Ao publicar essas entrevistas, o narrador espera deixar o mundo melhor preparado para o inevitável retorno dos zumbis e a Segunda Guerra Mundial Z.

 

Guia de Sobrevivência a Zumbis, Max Brooks

Criado pelo mesmo autor de Guerra Mundial Z, este livro é um guia prático para sobrevivência em um mundo infestado por zumbis. Seus ensinamentos vão desde como identificar se sua cidade tem indícios de um surto zumbi a como fortificar e defender sua casa dos mortos vivos. Este livro é essencial para quem gosta do tema, mesmo que seja somente para consulta a assuntos específicos.

 

A Noite Maldita, André Vianco

Este livro conta a origem da saga O Vampiro-Rei. Em uma noite normal, que ficaria para sempre conhecida como A Noite Maldita, metade dos seres humanos entram em coma inexplicável. O caos reina nas ruas de São Paulo, com hospitais superlotados, incêndios e falta de energia elétrica. O que já estava ruim piora muito quando alguns dos adormecidos despertam como vampiros e começam a caçar os humanos.

 

Crossed, Garth Ennis

Esta HQ é sem dúvida a versão mais brutal e sanguinolenta do fim do mundo. Existem muitas histórias apocalípticas em que um vírus transforma as pessoas em zumbis ou vampiros, mas em Crossed os infectados tornam-se psicopatas sádicos sem senso de autopreservação e com o único propósito de causar dor e sofrimento aos sobreviventes.

Crossed é publicada desde 2008, tendo uma série principal com mais de doze volumes e algumas séries paralelas (como Crossed: 100+, por Alan Moore). É recomendado que se comece a ler pelo volume 1, escrito por Garth Ennis.

 

A Noite dos Mortos-Vivos, George Romero e John Russo

A Noite dos Mortos-Vivos foi O filme que revolucionou a temática de zumbis, criando o conceito de mortos-vivos devoradores de carne humana que temos hoje.

Fiel à história do filme, o livro mantém o mesmo tom sombrio e narra a história de um grupo de sobreviventes dentro de uma casa, que eles tentam fortificar para sobreviver aos ataques dos mortos vivos. Além da trama forte e concisa, os personagens são extremamente realistas. Não existem heróis de capas vermelhas, apenas pessoas comuns em uma situação extraordinária, o que instiga a empatia do leitor.

 

Ensaio sobre a Cegueira, José Saramago

Sem nenhuma causa conhecida, algumas pessoas começam a perder a visão, tomadas por uma cegueira branca aparentemente contagiosa. Estas pessoas são encaminhadas a uma área de quarentena, onde devem aprender a lidar com sua nova condição, em muitos momentos dependendo uns dos outros. O isolamento, a falta de comunicação com o exterior e sensação de que o mundo antigo acabou desperta altruísmo e boas qualidades em alguns, mas revela monstros capazes de verdadeiras atrocidades em outras pessoas.

Não, este não é um livro de terror. Mas Saramago criou uma distopia tão aterrorizante, com cenas tão angustiantes e cruéis, que faz com que ele se encaixe perfeitamente nesta lista.

 

Can You Survive the Zombie Apocalypse?, Max Brallier

Ao terminar de ler este livro, o leitor poderá responder a pergunta: Você consegue sobreviver ao apocalipse zumbi?

Narrado em segunda pessoa, este livro faz com que o leitor sinta que está em uma sessão de RPG, onde ele mesmo escolhe as decisões do personagem. As decisões levam a diferentes páginas do livro, o que pode significar viver por mais alguns capítulos ou acabar a história por ali (e tentar novamente).

Este livro ainda não foi traduzido para português.

 

Noturno, Guillermo del Toro

Quando um avião aterrissa em Nova Iorque, com mais de 200 passageiros inexplicavelmente mortos e apenas quatro sobreviventes, as autoridades imediatamente suspeitam de mais um ataque terrorista e a cidade entra em estado de alerta. Mas quando os mortos somem do necrotério e começam a vagar pelas ruas da cidade atrás de sangue humano, eles são obrigados a encarar uma realidade mais aterrorizante.

Noturno traz um conceito de vampiros diferente, com menos misticismo e mais biologia, agradando aos leitores mais céticos sem deixar de lado o suspense e o terror.

 

Infected, Scott Sigler

Um agente da CIA e uma epidemiologista tentam encontrar pistas sobre uma doença que aparentemente transforma pessoas normais em assassinos brutais e suicidas. Enquanto isso, um jogador de futebol americano descobre que está infectado, ouvindo vozes em sua cabeça mandando-o cometer atrocidades, ao mesmo tempo que lida com a paranoia de ser perseguido pelos agentes do governo.

Esta história foi originalmente gravada em formato de Podcast, onde o próprio autor narra cada capítulo, mas existe em formato de livro. Ainda não há versões em português.

 

Day by day Armageddon, J. L. Bourne

Day by Day Armageddon é uma história de apocalipse zumbi narrada através de um diário, onde o autor registra o dia a dia de um sobrevivente desde o primeiro dia em que os mortos começam a caminhar e perseguir os vivos. O responsável por este diário do fim do mundo é um militar que deserta seu posto para tentar sobreviver por conta própria, então a narração é bem objetiva e acelerada, focando nos aspectos práticos de como manter-se vivo quando as ruas estão infestadas de zumbis.

Este livro ainda não foi traduzido para português.

 

Elevador 16, Rodrigo de Oliveira

Da saga As Crônica dos Mortos, o conto Elevador 16 traz a história de uma garota que fica presa em um elevador com dezesseis pessoas, sendo que dez delas desmaiam subitamente e aos poucos vão despertando como zumbis. Em uma história que se passa em um prédio empresarial em São Paulo, a personagem principal e outros sobreviventes têm que correr por suas vidas, enquanto tentam entender o que está acontecendo.

Elevador 16 é uma história de terror potente e rápida, com apenas 60 páginas.

 

Terra Morta, Tiago Toy

Com uma narrativa acelerada e cenas carregadas de suspense, este livro tem um diferencial da maioria das histórias de apocalipse zumbi: A história se passa no Brasil, em Jaboticabal e outras cidades do interior paulista. Além disso, há descrições detalhadas de movimentos de Parkour ao longo do texto, mostrando como o personagem principal utiliza esse esporte para fugir dos mortos vivos.

 

Resident Evil, S. D. Perry

Muitas pessoas tiveram seu primeiro contato com o mundo dos zumbis por meio do jogo Resident Evil, de 1996. O jogo deu origem a uma franquia, que se tornou a mais vendida da gigante Capcom, além da série de filmes também muito bem sucedidos.

Este livro é fiel à história do primeiro jogo da série, em que um grupo de policiais é enviado para investigar o desaparecimento de pessoas na floresta de Raccoon City, nas proximidades de uma mansão da corporação Umbrella. Em uma história de terror, suspense e investigação policial, o leitor acompanha Jill Valentine, que investiga o envolvimento da Umbrella com os assassinatos, mas acaba trancada na mansão infestada de zumbis canibais.

 

28 Days Later (HQ), Michael Alan Nelson

Extermínio (28 days later, em inglês) é frequentemente citado como um dos melhores filmes de zumbis. Diferente do conceito de mortos vivos, os zumbis são pessoas infectadas com uma variante do vírus da raiva, que os deixa agressivos e altamente contagiosos.

A história da HQ é uma sequência do primeiro filme, mostrando a história de uma sobrevivente ao surto da doença que devastou Londres. Ela concorda em voltar para a capital para auxiliar um grupo de repórteres, que buscam informações sobre ações do exército americano no território britânico. Com os infectados e o exército atrás deles, eles percebem que a situação não está sob controle, como o governo fazia parecer.

 

Eu sou a Lenda, Richard Matheson

Com o mundo infestado por vampiros, Robert Neville acredita que é o último ser humano do mundo, passando seus dias em busca de suprimentos e as noites trancado em sua casa, ouvindo os insultos e provocações de seus predadores. Enquanto busca uma cura ao vampirismo, ou ao menos melhor compreensão de seu funcionamento, Robert lida com seu pior inimigo em um cenário tão perturbador: a solidão.

Quais livros da lista você já leu? Acha que faltou algum? Deixe sua resposta nos comentários.

***

FrancisFrancis Graciotto é viciado em histórias de terror (livros, filmes, séries, HQs, games ou o que for). Pretende lançar seu primeiro livro em 2016, mas por enquanto publica seus contos de terror apocalíptico no blog Febre Vermelha.