20 Poetas de Mato Grosso

Além de Nicolas Behr e Manoel de Barros, Mato Grosso tem excelentes poetas que devem ser conhecidos

Apesar de pouco comentado pela grande mídia, Mato Grosso é um estado com excelentes escritores. Nomes como Ricardo Guilherme Dicke, Silva Freire, Dias-Pino, Dom Pedro Casaldáliga, Nicolas Behr e Manoel de Barros são cânones da Literatura Brasileira e a cada ano cresce a quantidade de pesquisadores nos programas de pós-graduação que visa estudá-los. Por isso, foi feita esta lista de poetas que residem em Mato Grosso que valem a pena conhecer.

1. Lucinda Persona
Foto: Gilberto Leite

A poeta estreou na literatura com Por imenso gosto (1995) publicado por Massao Ohno (1936-2010). Também publicou pela editora 7Letras os livros: Ser cotidiano (1998), Sopa Escaldante (2001), Leito de Acaso (2004) e Tempo comum (2009). É imortal na Academia Mato-grossense de Letras (Cadeira 04).

2. Luciene Carvalho

Nasceu em Corumbá antes do processo de divisão de Mato Grosso que resultou na fundação de Mato Grosso do Sul. Integra a Academia Mato-grossense de Letras (Cadeira 31), sendo a primeira negra a entrar na AML. É autora de Devaneios (1994), Teia (2001), Insânia (2009) e Ladra de Flores (2012).

3. Marilza Ribeiro

Nasceu em Cuiabá em 1934. Psicóloga, facilitadora de biodança, escritora, desenhista e poeta, publicou vários livros, entre eles As aves e os poetas ainda cantam (2014) e Balaio Amarelo (2016).

4. Marta Cocco

Membro da Academia Mato-grossense de Letras (Cadeira 18), professora de Literaturas da Língua Portuguesa na Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), é autora de cinco livros de poemas, um de crítica literária e um infantil. Pela editora Carlini e Caniato publicou Sábado (2011), Doce de Formiga (2014) e SaBichões (2016).

5. Aclyse Mattos

“Poeta nas horas cheias e professor nas horas vagas”. Membro da Academia Mato-grossense de Letras (Cadeira 03), professor do Departamento de Comunicação da UFMT, é autor de Assalto à mão amada (1985), Papel Picado (1987), Quem muito olha a lua fica louco (2000) e Festa (2012).

6. Alan Borges

Nasceu em Torixoréu, interior de Mato Grosso, mas mora atualmente em Cuiabá. É autor dos livros Fogo (2014), O Infiltrado (2014) e Alegorias encantadas: crianças (2013). Assina os seus livros como Alam Borges.

7. Joe Sales

Poeta de Rondonópolis, Mestre em Estudos de Linguagem e pesquisador de Literatura Brasileira, publicou quatro livros pela editora Penalux: Porta Estreita (2014), Ao passo das horas e outros descabimentos (2015), Criticepopular (2015) e Largo do Amanhecer (2017).

8. Divanize Carbonieri

Doutora em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês pela Universidade de São Paulo, atualmente é professora-pesquisadora na UFMT. Em 2017 foi premiada com o 2º Prêmio Mato Grosso de Literatura na categoria poesia. Entraves (2017) é a sua obra inaugural. A poeta é uma das finalistas do prêmio Off-Flip de Literatura 2018.

9. Lorenzo Falcão

“O cerrado é o meu lar e a poesia, o meu mundão sem porteira”. Editor do site Tyrannus Melancholicus, divulga as produções contemporâneas de Mato Grosso para o mundo. É autor de Mundo Cerrado (2011).

10. Isaac Ramos

Nasceu em Tabatinga, Amazonas. Graduado em Letras (UFMS) e Doutor em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa (USP). Atualmente é professor da UNEMAT e autor de Reflexões (1984), Astro por rastro (1988), Festa de letras (1997) e Teias e teares (2014).

11. Cristina Campos
Foto: Marcus Mesquita/MidiaNews

Pesquisadora de Manoel de Barros e organizadora de diversas publicações, a poeta integra a Academia Mato-grossense de Letras (Cadeira 16). Publicou em 2016 a obra Bicho-grilo.

12. Eduardo Mahon

Ingressou na Academia Mato-grossense de Letras em 2007. Advogado, autor de vários livros, dentre eles: Meia Palavra Vasta (2014), Palavra de Amolar (2015), Palavrazia (2015).

13. Luiz Renato de Souza Pinto

Ator, escritor, Doutor em Letras (UNESP), professor de Língua Portuguesa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT), autor de Cardápio Poético (1993), Matrinchã do Teles Pires (1998), Flor de Ingá (2014) e Gênero Número Graal (2017).

14. Irene Rezende

Mestre e Doutora em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa (USP), atualmente é professora da UNEMAT, autora de No chão do Araguaia li meu mundo (2016) e pesquisadora de Mia Couto e J.J. Veiga.

15. Marli Walker

Nasceu em Santa Catarina, mas vive em Mato Grosso há mais de 30 anos. Concluiu a Graduação em Letras no ano 2000 pela UNEMAT. Com Mestrado em Estudos de Linguagem (PPGEL/UFMT) e Doutorado em Literatura (UnB), atualmente é professora do Programa de Pós-Graduação em Letras da UNEMAT e no IFMT, autora de Pó de serra (2009) e Águas de encantação (2009).

16. Ivens Scaff

Integra a Academia Mato-grossense de Letras (Cadeira 07). Médico, autor de Uma maneira simples de voar (2006), O menino órfão e o menino rei (2008), Kyvaverá (2011) e vários outros livros.

17. Eduardo Ferreira

Foi vocalista e baixista da Caximir, banda que contava também com a participação de Antônio Sodré. É editor do Cidadão Cultura, site que conta com a colaboração de escritores e pesquisadores de várias cidades de Mato Grosso. Eduardo é multiartista, autor de eunóia (2006), e seus poemas foram publicados em blogs e na Antologia Poética Mato-Grossense (organizado pela Academia Mato-grossense de Letras, em 2015).

18. Caio Augusto Ribeiro

Nasceu em Rondonópolis em 1996. É ator, diretor, performer, cursa Ciências Sociais pela UFMT, fundador do coletivo Teatro Laboratório Experimental. Lançou no ano passado o livro Colecionador de tempestades.

19. Moisés Carlos de Amorim

Poeta cuiabano, mestre em Estudos de Cultura Contemporânea (UFMT), realizou uma pesquisa sobre a construção do espaço mítico em Dom Aquino Corrêa, Silva Freire e Gabriel de Mattos, em 2014, sob a orientação do prof. Dr. Mário Cezar Silva Leite. No ano passado publicou o seu primeiro livro chamado Entre dias e noites.

20. Odair de Morais

Nasceu em Cuiabá em 1982, mas reside em Várzea Grande. Formado em Letras pela UFMT, exerce a docência de Língua Portuguesa na rede pública de ensino. É autor de um livro de contos e no ano passado publicou a obra Instante Pictórico.

***

Os escritores Joca Reiners Terron e Paulo Ferraz não foram acrescentados, pois esta curadoria em literatura de Mato Grosso limitou-se a divulgar os nomes que produzem e vivem no estado.

Rodrigo Brito Autor

Poeta, mestre em Estudos de Linguagem (UFMT) e psicólogo. Autor de Solstício ao Luar (2013) e VISÕES (2015). Twitter: @rodrigoffbrito