6 álbuns para ouvir escrevendo ou lendo

20
225

Se você é do tipo de pessoa que gosta de estar sempre acompanhada de uma boa música, até mesmo lendo e/ou escrevendo, esta lista é para você

Existem diversos exemplos de músicas inspiradas pela literatura. Assim como ela influência esse tipo de criação artística, também pode, por ela, ser influenciada. Escrever e ler exigem um certo esforço da nossa concentração (alguns dizem que precisam sempre de inspiração), mas nada do que um álbum inteiro para ouvir não resolva. Aproveitando as oscilações nas mudanças de cada música ficamos mais imersos em nossas tarefas. Você não vai precisar esperar o “santo baixar” para trabalhar com as palavras ou se perder entre elas. Trouxemos indicações de cinco álbuns incríveis, que podem ajudar até os mais agitados mentalmente.

VEJA TAMBÉM:
8 Referências literárias em músicas brasileiras
A música brasileira na literatura

***

1- Departure Songs (Hammock)

Sem dúvidas um dos melhores álbuns de post-rock. Perfeito para recuperar a calma e a sanidade naqueles dias em que tudo parece agitado demais, rápido demais. Com uma hora e cinquenta minutos de duração, se encaixa muito bem em atividades que exigem um tempo maior de trabalho, como é o caso da escrita e da leitura.

2- Kurr(Amiina)

O álbum Kurr, do quarteto islandês Amiina, composto por mulheres, tem muita harmonia, mesmo fazendo uso de vários instrumentos diferentes. Todas as músicas possuem uma delicadeza sonora constante, acentuada ainda mais pelos vocais femininos e instrumentos clássicos.

 

3- Rest (Gregor Samsa)

Sim! Existe uma banda chamada Gregor Samsa, e convenhamos, é um dos nomes mais legais inventados na literatura. O álbum Rest é mais melancólico, porém, não deixa de ser uma boa pedida.

 

4- Finally We Are No One (Múm)

Esse álbum foi criado em um farol, que serviu de inspiração para seus compositores. Para mim, ele possui traços sonoros que lembram infância.

 

5- Hvarf/Heim( Sigur Rós)

Esse veio em dose dupla, são dois álbuns compilados de uma das bandas mais influentes da atualidade no gênero post-rock. As músicas são marcadas pela voz incrível de Jónsi e seu característico falsete.

Sigur Rós em dose tripla, vai. Seriam cinco álbuns para conter o TOC de ver uma lista de seis indicações. Cinco, aparentemente, é o normal, mas vamos lá. Mais um:

 

6- Valtari( Sigur Rós)

Possui músicas realmente maravilhosas. Entre elas, Ekki Múkk, uma das minhas preferidas da vida. Vale a pena ver o clipe dela também, mais inspiração para os desesperados por ela.

***

Bônus
Ludovico Einaudi- The Royal Albert Hall Concert

Como exceção está o concerto de Ludovico Einaudi no Royal Albert Hall, em Londres. Tem uma longa duração como Departure Songs, ou seja, cumpre o possível problema do tempo. Tem piano, violino, violoncelo e todos os elementos característicos da música clássica que todo mundo conhece. Vale a pena ser assistido também, não só ouvido.

E você, tem alguma indicação de álbum para ler e escrever? Deixe-a nos comentários!