A África não é um país, é um continente

0
1632

Se chegares a um brasileiro e perguntares: quais são os países para onde viajaste? Ele vai responder com todo orgulho, fui para Inglaterra, Portugal, Canadá e África. Afinal, África é um país ou é um continente?

Working for African communities

Durante os 6 anos em que vivi no Brasil (Rio de Janeiro) percebi algo em especial: que o Brasil não é nada daquilo que vimos pelas TVs brasileiras Internacionais e ouvimos pelos outros. Não sei quem foi o criador da frase “o Brasil não se explica, o Brasil se sente”. Esta frase faz todo o sentido. Para tentar entender o Brasil é necessário viver e conviver com os natos, digo tentar, porque até o próprio brasileiro não entende o país, quanto mais um estrangeiro.

Ao mesmo tempo que percebi essas diferenças, percebi também que os brasileiros têm um olhar de estereótipo para com os africanos e uma relação estranha com tudo que é diferente, olhar esse fomentado pela mídia local, que não se dá o trabalho de pesquisar e informar, mas apenas explana aquilo que já é o papo de botequim.

Se chegares a um brasileiro e perguntares: quais são os países para onde viajaste? Ele vai responder com todo orgulho, fui para Inglaterra, Portugal, Canadá e África. Afinal, África é um país ou é um continente? A pessoa não se dá o prazer de só pesquisar ou questionar sobre a África. Não falo apenas de pessoas desenformadas, também de muitos que são considerados intelectuais e colunistas de muitos jornais Brasileiros. Em pleno mundial de 2010 na África do Sul, toda e qualquer emissora de TV Brasileira que transmitia os jogos o que se ouvia é: “directamente da África”. Nesta data eu ainda estudava no Brasil.

Imagina caracterizar os brasileiros apenas como Latino-americano, e realmente o são, porém, cada país latino-americano tem suas particularidades, tradições, língua e costumes. Não se pode perder esses traços de personalidade de um povo.

Para quem não sabia e gostaria de saber, a África é um continente e não um país. A África é constituída por 54 países com as suas próprias línguas, não falo do dialecto dos colonizadores, mas das línguas nacionais, como o Tupi no Brasil. Em Angola o Kimbundo é uma das línguas mais falada, temos “crioulo” em Cabo-Verde e Guiné-Bissau e os restantes países do continente falam suas línguas nacionais.

A África é um continente como outro qualquer, temos nossos makongos (problemas), é pena que a mídia internacional só explora isso, mas não fala quais são os principais causadores destes conflitos, aqueles que saquearam e continuam a saquear o continente, os tais ditos ditadores, não são os principais culpados da situação econômica e social da África. Esse é assunto para uma próxima matéria.

Com este artigo, espero contribuir para o cuidado a se ter com os chavões, podemos cometer grandes equívocos, e incentivar os brasileiros a pesquisar acerca da África. Não vão encontrar macacos nas ruas, como muitos pensam, vão encontrar um povo que está na correria da vida como em outras cidades. Muitas surpresas vos aguardam.