A hora da mala: que livros levar?

1
552

Esse é meu ultimo post no Brasil por um bom tempo, quinta-feira embarco rumo a Portugal para um intercâmbio de seis meses. Junto com toda a correria da burocracia do visto, dos documentos e de todo o resto, chega a hora de arrumar as malas. Então veio a dúvida que com certeza todo leitor têm na hora de organizar as coisas para uma viagem, seja de dois dias ou de um ano: que livros levar?!

Acreditem, queria levar toda a minha estante para Portugal. Mas a vida não é justa, e tive que escolher apenas algumas obras da lista de livros para ler. Limitado a duas malas de 32 kg, resolvi selecionar 6 livros, para deixar na média pessimista de um para cada mês. No final, decidi por obras que, de um jeito ou de outro, conversassem com o que eu vou viver nesse tempo. Abaixo eu mostro quais e explico um pouco a escolha.

1808: É um livro do jornalista Laurentino Gomes que conta a nossa relação com Portugal na época em que a corte portuguesa chegou ao país para estabelecer moradia. Acho a história desse período muito interessante, e sem dúvidas é uma chance única para aproveitar e conhecer mais sobre o “outro lado” da história

Baía dos tigres: Livro do escritor português Pedro Rosa Mendes. O livro conta a jornada do escritor por países africanos, e mostra as dificuldades e angústias do povo local. A obra, primeiro livro do jornalista, foi muito bem recebida tanto no país como em outros países da Europa, como França, Alemanha, Suiça e Itália. Meu livro está ainda no Português de Portugal, o que é bom para já ir se acostumando com as diferenças.

The Casual Vacancy: O primeiro livro de J.K Rowling depois de Harry Potter. Confesso que comprei o livro faz muito tempo, mas não tive a chance de ler ainda. Minha edição é em inglês, talvez seja o grande motivo que me fez coloca-lo na lista, vai ser bom pra deixar o inglês em dia.

Deuses americanos: Não poderia faltar um bom livro de ficção e terror, dessa vez deixei Stephen King de lado e vou confiar isso ao Neil Gaiman.

Drácula: Drácula é um livro que eu queria ler há muito tempo, vou aproveitar esse tempo. Quem sabe eu vá para a Transilvânia.

Além dessas, estou contando com a biblioteca da minha universidade de lá. Espero encontrar novas obras e descobrir autores. Outra coisa, tenho que resistir para não sair comprando todos os livros que ver pela frente quando estiver lá, infelizmente o peso da volta deve ser o mesmo.