Agosto, conte-me sua história! – Desirée Perrone

2
323

O mês mais interessante do ano acaba de começar! E digo isso não só porque têm “N” aniversários e datas especiais nele. Mas, sim por toda a crendice popular que envolve o mês de agosto. A mais clássica; Agosto, o mês do desgosto…ou ainda, o mês do cachorro louco. Cresci ouvindo histórias quase que de terror sobre o mês em questão. Minha vó não se refutava. Quando pronunciada a palavra “agosto”, ela prontamente completava: Agosto, mês do desgosto, mas me dê o gosto de ser do meu gosto! Era uma forma de ludibriar as energias negativas e afastar qualquer praga que esse mês traria. De fato, ela não deixara de ter razão, pois a maioria de nossos familiares faleceu ou adoeceu nesse mês. Digamos, que ele não tenha uma imagem muito boa em nossa família.

Porém, me enganei e feio quando achei que era apenas na família dos “Alfonso” que agosto, o mês do cachorro louco, não era bem quisto. Oras, a maioria das pessoas, torcem o nariz para ele. Tanto que a escola da minha sobrinha de 11 anos, que cursa o 6° ano do ensino fundamental, formulou um projeto, no mínimo interessante. Trata-se de montar, juntamente com seus familiares, amigos ou conhecidos histórias interessantes sobre experiências nesse mês tão cheio de fantasmas e curiosidades.

A escola solicitou aos alunos do 6° ano que eles montassem até o fim do mês, uma cartilha, uma espécie de livros de contos, onde os alunos terão que expor ali tudo que descobriram, separados em histórias, de cada entrevistado. Pegando o rabo do foguete que se instaurou na casa de minha mãe, por conta desse tema, me inteirei de várias histórias que desconhecia. Uma delas me chamou mais atenção. Trata-se de um tio, já falecido, que havia sido mordido por um cachorro louco no primeiro dia de agosto de 2010. A família não tem dúvida de que o cão estava raivoso por conta do mês. Algo que tenha a ver com as fases da lua acondicionados com o inicio de mês, enfim. Crendices que nos dão um leque de opções, de histórias e fantasias.

De fato, sempre há alguém com alguma experiência nesse mês, que leva o nome de um grande Imperador. Agosto, do latim augustus, é o oitavo mês do calendário gregoriano. É assim chamado por decreto em honra do imperador César Augusto. Este não queria ficar atrás de Júlio César, em honra de quem foi baptizado o mês de julho, e, portanto, quis que o “seu” mês também tivesse 31 dias. Tecnicamente, o nome do mês nada tem a ver com desgosto, e sim com Augusto, nome do então Imperador. Mas, vai explicar isso à população?

Que Agosto seja do seu gosto!
Bom fim de semana queridos!

Fonte: Wikipédia