Davi Queiroz Machado

4 POSTS 0 COMENTÁRIOS
Poetaescritorcineasta, tudo junto mesmo. Morando em Fortaleza- CE. Formado no Curso de Realização em audiovisual da Vila das Artes; cursando Filosofia(Bacharelado) na Universidade Estadual do Ceará. Teve o poema “O Real-Fantástico” premiado no I Concurso Cultural PRAE/UECE. Diretor do curta-metragem “Breviário da Decomposição”, premiado como Melhor Filme (curta) e Melhor Fotografia no CINEMAMUNDO – V Festival Internacional de Cinema de Itu, Mostra Competitiva Iberoamericana de Curtas-metragens. Diretor do filme em curta-metragem “Forças Terríveis” (ainda em processo de montagem). Participou de várias produções audiovisuais. Atualmente colaborando com a revista eletrônica ‘obvious’, principalmente com artigos sobre cinema. No entanto (havendo ‘destino’ ou não) nasceu para escrever.

Neil Young não sumirá

Nesta época em que biografias são quase que malditas, se já não se tornaram de fato, trago aqui uma que acabo de ler. Neil...

Saramago, navegando o vasto mar da Ficção Científica

Claro que ficções científicas já estão definidas no inconsciente ou consciente coletivo como histórias com intricadas passagens descritivas de tecnologias super-avançadas, geralmente com alienígenas...

Roberto Piva: desvirginando os olhos castos

O poeta Roberto Piva é uma magia sendo invocada diante de nossos olhos, e o ritual é poético-érotico para desvirginar os olhos ainda castos.

Manoel de Barros ou O Paraíso é no Chão

O poeta Manoel de Barros nos propõe um Paraíso no Chão, e quem não gostaria de deitar e rolar caso isto seja verdade?