Crônica: Perdidos pelo caminho – Sté Spengler

A última semana foi um tanto corrida, não parei em casa um dia sequer! Estava na companhia dos meus queridos avós resolvendo uns assuntos...

Viveu pra contar causos

Em 1926, por aí, o meu pai era um jovem telegrafista. Viajava pela Colômbia levando os postos, os fios, e os aparelhos. García, era...

Uma história infantil para adultos

  Gabriel García Márquez precisou morrer para que eu lesse um livro seu. Só depois que o colombiano faleceu, em abril deste ano, é que me...

Devolvam Sarney à mortalidade

  Com o caos no Maranhão, que tomou as manchetes nas últimas semanas, lembrei que José Sarney (o responsável por fazer do estado maranhense capitania...

O difícil e famoso passo do siri-boceta

Se o Todo-Poderoso não tivesse convocado Dorival Caymmi, com a sua voz inconfundível e inabalável e o seu violão magistral para cantar a Bahia...

Crônica: Pra não dizer que não falei de amor – Sté...

A primeira vez que li O morro dos ventos uivantes foi durante o ensino médio. Confesso que não gostei muito do livro e logo...

Revisitando a condição humana

Para começar nossa reflexão, gostaria de apresentar o seguinte poema: Com quem posso falar hoje? Os irmãos são maus; Os amigos de hoje não amam. Com quem posso...

Um autor para me salvar – e se Murakami falasse na...

Continuamos a publicar tiras sobre o mundo literário - e se Haruki Murakami falasse na sua mente?

Nunca se lê o mesmo livro duas vezes

Os livros podem ser sempre os mesmos, já os leitores estão em constante mudança “Não podemos nos banhar duas vezes no mesmo rio porque as...

O Leitor e Seus Escritores

Os bons escritores devem ser, no mínimo, excelentes leitores. Essa premissa, acompanhadora assídua de quem tem a pretensão de escrever livros, também tem a...