O romance triplo de Yukio Mishima

0
Cabem pelo menos três histórias em O Marinheiro que Perdeu as Graças do Mar, de Yukio Mishima O Marinheiro que Perdeu as Graças do Mar,...

Intervalo: Mulher 2000 – Cláudia de Villar

4
Ana Júlia, como um ser que pertence à classe das mulheres do século XXI, membro do Conselho Feminino das Mulheres 2000, em que se...

Às vezes você precisa de muito tempo para escrever feito você...

1
Letras são notas, nós as bagunçamos querendo escrever algo que soe bom Escrever não é tão diferente de tocar um instrumento musical. As letras no...

Curitiba sobre Rodas

0
Cabe um pouco da cidade em uma viagem de ônibus em Curitiba Parte da vida em Curitiba se passa nos ônibus. As linhas que posso...

Elocuções

1
Demoroso, langoroso, livro das trevas, assim James Joyce descreveu Finnegans Wake. Não é um livro, é um insulto sem fim, uma cusparada na face...

Uma baita saudade

0
Não ando com a dor que torna o homem muito mais elegante, como dizia o Leminski. Mas tenho andado com uma baita saudade. Para...

Crônica: Quantos caminhos cabem em um só? – Diogo Marins Locci

4
Pelo título desta crônica, já posso até ver os professores de redação ou escritores conceituados me advertindo: “Não se põe ponto de interrogação em...

O cara que abriu portas com versos

0
Quando minha máquina do tempo funcionar de novo, vou incomodar Aldous Huxley Quando minha máquina do tempo funcionar de novo, farei uma viagem a um...

Prefiro Rosa a Machado

3
O mundo que rodeia os escritores e os leitores parece, de longe, refinado, tranquilo e comportado, certo? Bem, não é bem assim que a banda...

A moldura do medo

0
Romper a barreira do som é fácil. Quero ver conversar com aquele desconhecido – mas deveras atraente – na parada de ônibus. Quando você finalmente...