O Jardim das Hespérides e o cuidado na transição das narrativas

O Jardim das Hespérides, coletânea de contos de Daniel Gruber, apresenta transições cuidadosas de perspectiva e o uso cauteloso de recursos, no cultivo de...

Resenha: O Homem que foi Quinta-Feira – G. K. Chesterton

Depois de tanto ouvir falar de G. K. Chesterton, principalmente pelo Neil Gaiman, resolvi ler algo deste autor. Por recomendação de um amigo, comecei...

Os sete, de André Vianco

Um romance brasileiro com vampiros pode dar certo? Leia Os sete e descubra Antes de falar sobre o romance, devo fazer uma confissão (calma, ela...

Todos os poemas de amor são ridículos!

Poemas ridículos de amor sem medo de serem ridículos “e viveria assim/ todos os dias até o fim,/ faça chuva ou carnaval,/ ao sol ou...

Somos monstros repletos de vazios ou isso é ser uma pessoa?

Entre cigarros e breves versos sobre o amor, os poemas de O monstro e seus vazios, livro de Wellington Souza, provocam reflexões a respeito...

De quem são esses Rostos na Multidão?

Dois personagens se entrelaçam e suas vozes parecem uma em Rostos na Multidão, romance da escritora mexicana Valeria Luiselli Uma jovem mãe, um menino-médio, uma bebe,...

O consultório sentimental de Nelson Rodrigues

É bom lembrar que Nelson Rodrigues fez-se escritor, basicamente, dentro das redações de jornais. De suas passagens por redações, há registros lendários.  Quando mencionamos Nelson...

Mrs. Dalloway: o íntimo inesgotável

“ a leitura de Mrs Dalloway, portanto, é um refresco abissal: derruba-nos para dentro de nós mesmos, inebriando-nos com a permanência do próprio eu, recordando-nos...

Botchan ou a necessidade do contexto para entender o que foi...

Comparado a O apanhador do campo de centeio, de J.D. Salinger, o romance de formação Botchan, de Natsume Soseki, é um livro muito diferente...

Alessandro Garcia resenha seu conto predileto: ‘O perseguidor’, de Julio Cortázar

1. Em matéria do O Globo, por ocasião do centenário de Julio Cortázar, o editor catalão Carles Álvarez Garriga relembra o que diz Holden Caulfield...