Resenha: Dois Irmãos – Milton Hatoum

Então eu olho para o livro Dois Irmãos, após há pouco ter lido Relatos de um certo Oriente, e tento não propor comparações, não...

Resenha: Pó de Parede – Carol Bensimon

  “Porque o menor sentir já é risco”. Há tempo que vinha namorando a leitura de Pó de Parede, de Carol Bensimon. Tão bem comentada entre...

Os períodos secretos de Marguerite Duras em “O amante”

"Tudo começou assim na minha vida, com esse rosto visionário, extenuado, as olheiras antecipando-se ao tempo, à experiência". (DURAS, 1985, pag. 13)   Comecemos definindo O amante, se é...

Resenha: Os Vagabundos Iluminados – Jack Kerouac

Um pouco mais de Kerouac na vida; e um leitor mais exigente. Quando peguei pra ler o Vagabundos Iluminados, esperava mais do mesmo.  Mas evitei...

Para ler Drummond a vida inteira (ou por que ler a...

Alguns bons motivos para ler a Nova Reunião de poesia de Drummond Há muitos poetas bons no século XX, alguns realmente bons e um grupo...

Enquanto Agonizo, o livro que merece ser lido sempre

O que leva esse romance escrito de 1930 ainda ser tão lido e admirado ainda hoje? Faulkner foi capaz de recriar o sul americano em...

“Ainda estou aqui”, de Marcelo Rubens Paiva

Marcelo Rubens Paiva nos traz um relato particularíssimo que tem como ponto de partida um episódio recente da história brasileira, o qual se liga de...

A dissimulação em Missa do Galo, de Machado de Assis

Publicado no livro Páginas Recolhidas, em 1899, o conto Missa do Galo tornou-se um dos mais celebres textos do mestre Machado de Assis. Muitos...

Resenha: Como contar um conto – Gabriel García Márquez

No fim, só uma pessoa escreve a história: ou a mesma pessoa que a pensou, ou outra pessoa da oficina. Porque é claro que...

O papel do leitor e do autor em Casa Tomada

Se “todo texto é uma máquina preguiçosa pedindo ao leitor que faça uma parte de seu trabalho”, que parte caberia ao leitor desenvolver e...