Henrique Rodrigues resenha seu conto predileto: ‘Pierre Menard, autor do Quixote’,...

Pierre Menard, autor do Quixote é um dos contos presentes no livro Ficções, de 1944. Trata-se de um texto, a meu ver, extremamente humorístico...

Os períodos secretos de Marguerite Duras em “O amante”

"Tudo começou assim na minha vida, com esse rosto visionário, extenuado, as olheiras antecipando-se ao tempo, à experiência". (DURAS, 1985, pag. 13)   Comecemos definindo O amante, se é...

Resenha: Pó de Parede – Carol Bensimon

  “Porque o menor sentir já é risco”. Há tempo que vinha namorando a leitura de Pó de Parede, de Carol Bensimon. Tão bem comentada entre...

Resenha: Os Vagabundos Iluminados – Jack Kerouac

Um pouco mais de Kerouac na vida; e um leitor mais exigente. Quando peguei pra ler o Vagabundos Iluminados, esperava mais do mesmo.  Mas evitei...

Enquanto Agonizo, o livro que merece ser lido sempre

O que leva esse romance escrito de 1930 ainda ser tão lido e admirado ainda hoje? Faulkner foi capaz de recriar o sul americano em...

Para ler Drummond a vida inteira (ou por que ler a...

Alguns bons motivos para ler a Nova Reunião de poesia de Drummond Há muitos poetas bons no século XX, alguns realmente bons e um grupo...

“Ainda estou aqui”, de Marcelo Rubens Paiva

Marcelo Rubens Paiva nos traz um relato particularíssimo que tem como ponto de partida um episódio recente da história brasileira, o qual se liga de...

O papel do leitor e do autor em Casa Tomada

Se “todo texto é uma máquina preguiçosa pedindo ao leitor que faça uma parte de seu trabalho”, que parte caberia ao leitor desenvolver e...

Resenha: Como contar um conto – Gabriel García Márquez

No fim, só uma pessoa escreve a história: ou a mesma pessoa que a pensou, ou outra pessoa da oficina. Porque é claro que...

A dissimulação em Missa do Galo, de Machado de Assis

Publicado no livro Páginas Recolhidas, em 1899, o conto Missa do Galo tornou-se um dos mais celebres textos do mestre Machado de Assis. Muitos...