Criação de um site de diálogos entre o escritor Murakami e seus leitores

0
453

Uma tentativa de aproximar o recluso autor japonês, Haruki Murakami, do seu público.

haruki-murakami-1

Ele é conhecido por sua discrição. Haruki Murakami é sem dúvida um dos autores mais populares do Japão. Mas, para o azar de seus leitores, ele foge das apresentações na televisão, das conversações em rádios e aceita poucas entrevistas a imprensa escrita. O anúncio feito na última segunda, 5 de janeiro, pela editora não deixará de arrebatar os fãs da sua obra.

Em 15 de janeiro, um site temporário irá lhe dar a possibilidade de conversar com o autor do romance 1Q84. Haruki Murakami responderá “na medida do possível” às questões que serão feitas através dessa plataforma, chamada “Murakami-san no tokoro” (o espaço do senhor Murakami).

 

Nenhum motivo para usar as redes sociais

Numa entrevista recente com um jornalista da agência France-Presse em Tóquio, o escritor dizia que achava a internet “muito prática” para verificar informações, mas sublinhou que “não usar as redes sociais, pois não possuem nenhuma utilidade para ele”. E o sexagenário acrescenta: “Eu nunca leio as críticas feitas pelos leitores dos meus livros. O que me importa é escrever livros que sejam ainda lidos daqui dez ou quinze anos”.

Autor de Kafka à Beira-Mar, Norwegian Wood e Underground seus romances e ensaios são vendidos para milhões no Japão e no mundo inteiro. Suas obras foram traduzidas para mais de quarenta idiomas. Seu último livro, O Incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação, publicado em 2013 no Japão, foi lançado em 2014 nos EUA e Europa. Desde então, foi lançado na sua terra natal um livro de contos chamado Onna no inai otokotach (Um homem sem mulher, numa tradução livre).

Fonte: Le Monde