Editora Simonsen lança canal exclusivo de crowdpublishing, ferramenta de divulgação e pré-venda de livros

0
471

A aposta é em uma estratégia que procura antecipar o risco de um projeto conseguindo o financiamento e o público final antes mesmo da produção do livro

fish_03

“Será que a falta de interesse pela leitura é generalizada e irreversível, ou as editoras é que estão com dificuldade para conquistar seu público?”, com este questionamento, o editor Rodrigo Simonsen resolveu apostar em uma nova ferramenta de publicação, o crowdpublishing.

O conceito vem do exterior, uma estratégia que procura antecipar o risco de um projeto conseguindo o financiamento e o público final antes mesmo da produção do livro. Ao apresentar o produto para o leitor, este tem a possibilidade de contribuir e viabilizar a realização.

O sistema utilizado pela Simonsen é o da Kickante com um histórico de mais de 1000 campanhas implementadas e cerca de R$ 4 milhões em colaborações arrecadadas. Já são quatro campanhas de sucesso, duas delas finalizadas com mais de 120% da meta arrecadada, mas a editora vem com uma aposta mais ousada. Foram lançadas dez campanhas no mesmo dia, para dez livros diferentes.

A CEO da Kickante, Tahiana D’Edgmont, mostra-se empolgada diante do cenário:

“Com a arrecadação de mais de 100% das metas propostas em campanhas de livros, principalmente as da Simonsen, criamos um canal exclusivo para a divulgação dos livros da editora. Enxergamos um grande potencial nesse segmento que já mostrou em diversas campanhas que merece uma atenção especial do financiamento coletivo. Estamos chamando o conceito de ‘crowdpublishing’, que engloba editoras que estão recorrendo com sucesso ao crowdfunding para lançar uma série de publicações.”

Clique aqui para conhecer os projetos no canal exclusivo da Simonsen.

 

Quadrinho premiado com a temática do luto, Peixe é um dos primeiros projetos

fish_11

Entre os projetos do canal de crowdpublishing da Simonsen, o quadrinho Peixe se destaca por ser uma obra que possui inúmeras reflexões, sempre com beleza e sutileza. De autoria da italiana Bianca Bagnarelli, a obra foi premiada com a medalha de ouro da Associação dos Ilustradores de Nova York.

A sinopse é a seguinte:

“Milo perdeu os pais no último verão, num acidente de carro, e agora mora com os avós numa Riviera Francesa de cores marcantes, repleta de roxos, rosas, vermelhos e marrons. Não há felicidade nestas férias. Mesmo que o cenário seja familiar e cheio de boas memórias, a lembrança da morte está em todo canto. Ele a vê onde quer que vá, no que quer que faça, e a fragilidade da existência povoa cada um de seus pensamentos.”

Apoie este projeto para vê-lo traduzido e publicado no Brasil.

fish-628x871