Intervalo: Rapidinha (1)

1. À noite

Marido e mulher deitados na cama:

– Você viu só que pouca vergonha?! – reclama o marido.

– Ãh? – resmunga a esposa.

– Já não se faz mais filme como antigamente. Você viu, Ângela?

– Ãh?…

– Ângela, você está dormindo?

– Ãhzzzzz…

– Olha só, bem capaz que o camarada iria desarmar aquela bomba assim, tão rápido! Você viu, Ângela?

– zzzzzzzz

– O que você vai fazer de almoço amanhã?

A mulher resolve não emitir nenhum som.

O marido continua:

– Eu estava pensando em não fazer o carreteiro e fazer um churrasco.

– Sei…

– Poxa, Ângela, você reclama que a gente não conversa e chega o final de semana e você fica aí… Em sílabas!

A mulher resolve sentar na cama.

– Churrasco novamente?

– Assim dá menos trabalho!

– Sei… Faça o que você quiser. Deseja mais alguma coisa? Estou com sono!

– Tá, tá… Você também, depois não reclama quando eu sair com o “Jorjão” pra assistir futebol!

– Tá… Tá… Boa noite.

Quinze minutos depois:

– Ângela, você está dormindo?

– Ãh… zzzz

– Que tal convidarmos o “Jorjão” pra almoçar aqui amanhã?

– Ãh… zzzz

– Ah, que bom que você concorda, vou convidar o Anderson e o Sabiá também! Amanhã tem jogo! Vou lá no super e comprar umas latinhas…

A mulher senta bruscamente na cama:

– Como assim? Nem pensar! Quero paz no meu fim de semana! Por que você não vai pra casa deles?! Vai lá! A gente trabalha a semana inteira, chega cansada em casa e você inventa esse maldito churrasco só pra incomodar! Claro, não é você que tem que levantar cedo, acordar as crianças, preparar o café, arrumá-los pra escola e…

O marido interrompe:

– Vá dormir, Ângela, vá dormir. – deita-se, vira para o lado e cinco minutos depois, embora a mulher continue e relatar as atividades diárias, ele começa a roncar.

Quinze minutos depois:

– Armando, você está dormindo? – sacode e cutuca o marido – O que eu faço de almoço amanhã?

Até o nosso próximo Intervalo.

Cláudia De Villarhttp:claudiadevillar.blogspot.com/
Cláudia de Villar é professora, escritora e oficineira. Formada em Letras pela FAPA/RS, especialista em Pedagogia Gestora e em Supervisão Escolar. A escritora tem alguns livros já publicados para o público infantojuvenil e adulto. Atua também como colunista de alguns jornais do RS (Jornal de Viamão e Jornal Floresta) e colabora com um texto mensal para o site Artistas Gaúchos. Desde agosto de 2013 é uma das associadas da AGES (Associação Gaúcha de Escritores). Cláudia afirma que é professora por opção profissional e escritora por vocação. Ler, escrever, criar e sonhar faz parte da composição de seu SER.
Cláudia De Villarhttp:claudiadevillar.blogspot.com/
Cláudia de Villar é professora, escritora e oficineira. Formada em Letras pela FAPA/RS, especialista em Pedagogia Gestora e em Supervisão Escolar. A escritora tem alguns livros já publicados para o público infantojuvenil e adulto. Atua também como colunista de alguns jornais do RS (Jornal de Viamão e Jornal Floresta) e colabora com um texto mensal para o site Artistas Gaúchos. Desde agosto de 2013 é uma das associadas da AGES (Associação Gaúcha de Escritores). Cláudia afirma que é professora por opção profissional e escritora por vocação. Ler, escrever, criar e sonhar faz parte da composição de seu SER.
- Advertisment -

Em Alta

- Advertisment -