Jogo de tabuleiro inspirado em livro de capoeira chama atenção no Catarse

0
960

Quissama – Império dos capoeiras, de Maicon Tenfen: da literatura ao jogo de tabuleiro

Quissam

Tempos atrás, falamos aqui no Homo Literatus sobre o livro Quissama – Império dos capoeiras, de Maicon Tenfen. Uma proposta, no mínimo, intrigante que aborda o período escravagista, em que um estrangeiro inglês ajuda o escravo Victorino Quissama a procurar sua mãe desaparecida, com uma trama que lembra o estilo Sherlock Holmes –  dinâmica por conter combates físicos e descrever a arte da mais violenta capoeira praticada naqueles tempos.

Com uma história dessas, o mínimo que poderia acontecer é ser contada também em outras mídias. Daí surgiu o projeto do “jogo de tabuleiro do Quissama”.

Pude acompanhar parte do desenvolvimento de toda esta história, com a participação de vários artistas. Desenvolvimento de Ricardo Spinelli, desenhos de Rubens Belli e até a música sobre o livro com a banda the Zorden. O sistema foi testado com universitários na Alemanha, onde este tipo de desafio possui uma forte tradição. O resultado é um jogo que, embora inspirado na trama e em personagens da obra escrita, dispensa a leitura do livro.

A última etapa do projeto é o financiamento que, claro, depende do apoio do público.

Quantas iniciativas assim você conhece? De levar a literatura ao público com um jogo de tabuleiro? E para quem é leitor, mas não gosta de jogos de tabuleiro, pode aproveitar para presentar sobrinhos, filhos ou quaisquer outros parentes com esta opção!

Mais informações e para colaborar, acesse a página do projeto no Catarse. Aproveite e assista abaixo o desenvolvedor falando um pouco mais sobre o jogo.