Livro, um presente de amor

Será que um livro é um presente para o dia de hoje?

amor

Com a data comemorativa se aproximando, o Dia dos Namorados, muitos apaixonados ou aqueles que se sentem na obrigação imposta pela mídia ou pela pressão do parceiro, encaminham-se às lojas a fim de comprar o objeto que represente o seu amor.

Dessa forma, as lojas de flores, vestuário, perfumarias, bombons e outros, comemoram o aumento das vendas. Datas comemorativas são sempre bem vista pelos comerciantes, que enxergam nesses eventos uma oportunidade de lucro. Mas e as pessoas? As criaturas que são alvos dessas demonstrações de afetos, qual é a opinião delas? O que realmente gostariam de ganhar? Será que elas esperam algo concreto mesmo ou apenas uma declaração verbal do carinho basta?

Não basta. Aquelas famosas frases “Ah, uma lembrancinha já basta” e “Não precisa nada” não colam mais. As pessoas esperam o objeto que represente, fisicamente, o amor. Precisam de algo concreto para ilustrar o abstrato. E esse concreto deverá ser algo que possa ser apresentado, fotografado, compartilhado, postado para que todos possam ver que alguém te ama.

Porém, o que seria digno de ser postado? Chocolates, roupas, eletrônicos, flores ou livros? Livro? Quem gostaria de ganhar um livro nessa data? Como postar um livro nas redes? E qual seria o melhor título a ser presenteado nesse dia? Qual autor ou obra melhor representa o amor?

Muito complicado. Como acertar o passo, o gosto, e ir diretamente para o coração do namorado leitor? Esse livro seria uma forma de carta de amor. Nele teríamos que dizer, através das palavras do autor, tudo que queremos dizer, mas não temos coragem ou capacidade de escrever.

Mas, quem se sentiria feliz ao ganhar um livro nos dia dos namorados? Você, leitor, deixe aqui a sua opinião e diga qual obra você gostaria de receber do seu amado nesse dia.

Cláudia De Villarhttp:claudiadevillar.blogspot.com/
Cláudia de Villar é professora, escritora e oficineira. Formada em Letras pela FAPA/RS, especialista em Pedagogia Gestora e em Supervisão Escolar. A escritora tem alguns livros já publicados para o público infantojuvenil e adulto. Atua também como colunista de alguns jornais do RS (Jornal de Viamão e Jornal Floresta) e colabora com um texto mensal para o site Artistas Gaúchos. Desde agosto de 2013 é uma das associadas da AGES (Associação Gaúcha de Escritores). Cláudia afirma que é professora por opção profissional e escritora por vocação. Ler, escrever, criar e sonhar faz parte da composição de seu SER.
Cláudia De Villarhttp:claudiadevillar.blogspot.com/
Cláudia de Villar é professora, escritora e oficineira. Formada em Letras pela FAPA/RS, especialista em Pedagogia Gestora e em Supervisão Escolar. A escritora tem alguns livros já publicados para o público infantojuvenil e adulto. Atua também como colunista de alguns jornais do RS (Jornal de Viamão e Jornal Floresta) e colabora com um texto mensal para o site Artistas Gaúchos. Desde agosto de 2013 é uma das associadas da AGES (Associação Gaúcha de Escritores). Cláudia afirma que é professora por opção profissional e escritora por vocação. Ler, escrever, criar e sonhar faz parte da composição de seu SER.
- Advertisment -

Em Alta

- Advertisment -