Me dê um livro de Natal

0
812

6553190647_0f0618802e_b

Me dê um livro de Natal. Vamos, não estou a pedir muito. Apenas vinte ou trinta reais e poderá me dar um bom presente. É o valor de um lanche.

Me dê um livro de Natal. Preciso desopilar, muitas são as dores de nossas vidas. Preciso fantasiar em um mundo melhor, ou consolar minhas aflições diante da tragédia de outro.

Me dê um livro de Natal. Quero pensar mais e melhor, trazer alicerces mais prósperos para a nossa vida. Torná-la mais rica e brilhante, mesmo que em pensamento.

Me dê um livro de Natal. Faça uma dedicatória. Lembrarei de vós e de vosso carinho sempre que o tocar ou vislumbrar minha estante.

Me dê um livro de Natal. É um momento de celebrar o nascimento de um Grande Leitor, Autor, Arquiteto e a própria Palavra. Esta é a nossa santidade.

Me dê um livro de Natal. Irás se alegrar ao ir comprar e ver todas aquelas estantes cheias de conhecimento. Beberás comigo e eu contigo ao me entregar.

Me dê um livro de Natal. Se apresse, a data já está chegando. Nos atenhamos a preparar a ceia e a conversar. Embrulhe-o, tem que ser uma surpresa.

Me dê um livro de Natal. Faça uma dedicatória no livro, e se não gostar de escrever nele, traga isso num cartão. Pode ser também no marca-página.

Me dê um livro de Natal. Se não souber o que escolher, te dou uma dica: pode ser um russo ou inglês, um clássico nunca falha. Pode ser também um argentino, ou um grande brasileiro.

Me dê um livro de Natal. Estarás lembrando de mim ao comprar, dizendo que a ti sou importante. Ouse. Sei que me amas e não fará uma má escolha.

Me dê um livro de Natal.