Os prêmios literários que eu queria ganhar

0
993

Nem Nobel de Literatura, nem Pulitzer

HugoAwardsAnticipation

Existe um número grande de prêmios literários por aí, pois cada país tem seus próprios parâmetros e escritores homenageados. Portugal, por exemplo, é um dos países com mais prêmios de Literatura atualmente. Os mais conhecidos do grande público são o Nobel de Literatura e o Pulitzer, mas eu fico de olho em outros prêmios: os relacionados à literatura infanto-juvenil e à ficção científica e fantasia.

Portanto, se você gosta de ambos os gêneros, os prêmios mais interessantes para você acompanhar são os que seguem abaixo.

Prêmio Hans Christian Andersen

O prêmio é concedido a cada dois anos, através de uma instituição filiada à UNESCO, e participam escritores e ilustradores vivos de literatura infanto-juvenil. Os ganhadores são premiados pela rainha da Dinamarca em pessoa, afinal, a Dinamarca é o país de origem do escritor de estórias infantis Hans Christian Andersen.

Três brasileiros já ganharam este prêmio: Lygia Bojunga, em 1982, pelos livros Angélica (1975), A casa da madrinha (1978),Corda bamba (1979), O sofá estampado (1980) e A bolsa amarela (1981); Ana Maria Machado, em 2000, pelo conjunto da obra, e Roger Mello, em 2014, como ilustrador.

Prêmio Hugo

O prêmio é entregue anualmente, em relação às obras do ano anterior, e é dedicado a obras de ficção científica e fantasia. O Hugo do nome é Hugo Gernsback, fundador da primeira revista de ficção científica, chamada Amazing Stories, em 1922.

O prêmio tem doze categorias, dentre elas Melhor Romance, Melhor Novela, Melhor Fã Escritor e Melhor Fã Artista.

Alguns ganhadores famosos deste prêmio são: Arthur C. Clarke, Russell T. Davis pela apresentação dramática em Doctor Who, George R. R. Martin por contos que escreveu no início da carreira de escritor e minha adorada Ursula K. Le Guin pelo livro “Mão Esquerda da Escuridão”.

Prêmio Nebula

O prêmio Nebula é a versão norte-americana do prêmio Hugo, que também homenageia literatura de ficção científica e de fantasia. Desta forma, muitos escritores que ganham um dos prêmios normalmente ganham o outro também. Outra diferença é que este prêmio não dá dinheiro ao escritor ganhador, somente um troféu (que, aliás, imita uma nebulosa – um corpo celeste composto de hidrogênio, hélio, plasma e poeira).

Outra diferença é que o Nebula tem somente cinco categorias e nenhuma delas envolve a produção dos fãs, como o Prêmio Hugo faz.

Alguns ganhadores são: Isaac Asimov e Neil Gaiman por Deuses Americanos e Coraline.

Se muitas pessoas se imaginam ganhando um Oscar, eu me imagino ganhando um destes prêmios. Para mim, não haveria honra maior do que estar neste hall de escritores.