Pensando junto: Adaptações de livros para séries – Gabriel Gaspar

4
609

Previously on Thinking Together

No último Pensando Junto, falamos de adaptações para o cinema. Além das já citadas durante o post, alguns livros foram sugeridos também nos comentários. Adaptações de Júlio Verne e de Alexandre Dumas definitivamente faltaram no post e podem ser corrigidas em um “Adaptações 2”.

Alguns de nossos leitores gostariam de ver certos livros também transformados em filmes, como “A Batalha do Apocalipse” de Eduardo Spohr e o “Zé Trelelé” da Cláudia de Villar. Produtores e diretores, abram os olhos!

E agora vamos ao primeiro Top 5 da coluna!

***

Top 5 – Livros que viraram séries de televisão

Seguindo o raciocínio do último Pensando Junto, vamos abordar agora alguns livros que foram adaptados para séries de televisão. Procurei escolher apenas alguns para constituir um Top 5 (primeiro Top 5 da coluna), de acordo com a relevância da obra e da série. Diversas séries ficaram de fora, algumas até que me agradam bastante, mas procurei ser o mais justo possível. Sem mais delongas, vamos à lista em ordem decrescente:

5 – OS PILARES DA TERRA – Pouca gente sabe, mas o muito elogiado romance britânico de ficção histórica, escrito por Ken Follett e publicado em 1989, foi magistralmente transformado em uma minissérie de oito episódios, através de uma coprodução canadense e alemãs, exibida em 2010. A história passa-se na Inglaterra do século XII, quando Tom, um humilde pedreiro e mestre de obras, persegue o seu sonho de erguer uma imponente catedral gótica, em meio a uma conturbadíssima briga pelo trono inglês.

4 – O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS – a trilogia de quatro livros, que na verdade são cinco,  criada por Douglas Adams foi transmitida originalmente pela Rádio BBC e adaptada para diversas outras mídias, entre elas uma série de televisão de 1981, com apenas 6 episódios. A série é bem curta e os efeitos especiais são do tipo que deixaria Chespirito orgulhoso, mas o texto de Douglas Adams é tão cativante que conseguiu transformá-la em um fenômeno mundial (talvez universal).

3 – SÍTIO DO PICAPAU AMARELO – A clássica obra infantil do genial Monteiro Lobato, já ganhou tantas adaptações para a televisão que desde os anos cinquenta, não se passa uma década sem uma nova versão ou a reprise de uma antiga. A primeira delas foi da TV Tupi e ficou no ar de 1952 a 1962. Depois disso, tivemos da TV Cultura, da Bandeirantes e diversas versões da TV Globo, chegando a se tornar até uma animação. O texto original, escrito em 1920, incluía diversos elementos do folclore nacional, como Saci e a Cuca e outros elementos que, após entrarem na história, tornam-se imediatamente de nosso folclore, incluindo uma famosa boneca de pano que ganha vida (quase setenta anos antes do Xerife Woody sair da caixa ou do boneco Chuck tentar cravar uma faca em alguém).

2 – GUERRA DOS TRONOS – o intrincado jogo de intrigas pelo Trono de Ferro já arrebatou milhões de fãs por todo mundo, sendo um dos maiores fenômenos culturais de nosso tempo. A série, inspirada nas “Crônicas de Gelo e Fogo”, se passa em Westeros, terra onde os “verões duram décadas e os invernos uma vida inteira”. Escrito por George R.R. Martin (que deve pintar as paredes de casa com o sangue de seus personagens), a série provou que a fantasia é um mercado extremamente lucrativo para o entretenimento.

1 – SHERLOCK – E o primeiro lugar teve que ser dado ao famoso detetive inglês. Desde o surgimento da televisão, há centenas seriados contando as aventuras do Sr Holmes e de seu fiel escudeiro, o Dr. Watson. As histórias já foram adaptadas de tantas formas e em tantos países, algumas vezes seguindo os originais de Conan Doyle e outras vezes sendo modificadas ao ponto de ficarem quase indistinguíveis (certo, Dr. House/Holmes e seu amigo Wilson/Watson?). Uma das últimas adaptações é da BBC, chamada Sherlock e que trás o detetive para os dias atuais. Roteiro impecável, atuações impecáveis e direção impecáveis, capazes de deixar o Sr Holmes orgulhoso.

Gostou da lista? Acrescentaria mais alguém livro? Odiou? Tiraria todos os livros da lista e os jogaria em uma fogueira? Reclamações e sugestões nos comentários abaixo.

E semana que vem, voltamos com mais um… PENSANDO JUNTO!

__________________________________________________

E-mails para a coluna: [email protected]
Conheça “O que pensa o homem” no site:
http://www.oquepensaohomem.com/
Essa coluna é semanal e vai ao ar todo domingo.