Revista Flaubert de volta ao conto em sua sexta edição

0
488

Uma publicação independente, que traz nomes consagrados e escritores que ainda estão surgindo, mostrando sua habilidade na arte do conto.

flaubert

Nos últimos suspiros da segunda-feira, surgiu a sexta edição da Revista Flaubert – uma publicação independente, que traz nomes consagrados e escritores que ainda estão surgindo, mostrando sua habilidade na arte do conto; tendo como editor geral Mariel Reis.
Uma peculiaridade desta revista número seis é que, após duas edições voltadas a outros gêneros (poesia e ensaio), agora ela retorna ao conto. A importância de termos publicações atentas a este gênero é a reversão de uma ideia corrente nas editoras: “conto não vende”. Mais ainda, parece  ser renegado a uma arte menor dentro da literatura, como se ignorássemos grandes gênios que se dedicaram a ela – Tchekhov, Hemingway, Salinger, Borges, Machado de Assis, apenas para citar alguns.
Quem ainda não teve o privilégio de folhear (virtualmente) as edições anteriores da Flaubert, com certeza se surpreenderá com o design limpo, adequado à internet, privilegiando sempre o texto. Por que isso é importante? Simples, para que o conto seja ainda mais conhecido, praticado, mostrado.
Vale ainda ressaltar que esta edição número seis tem alguns nomes importantes no mundo editorial, como Miguel Sanches Neto, Carlos Orsi, Delfin, além do nosso colaborador Sérgio Tavares.
E se me permitem mencionar, há também um conto meu publicado nesta edição, intitulado Amores Invernais do Sul.
Mas deixemos de papo, e aproveitem para degustar a revista abaixo: