Início Tags Poema

Tag: poema

A coreografia cósmica do poema

0
Apontamentos acerca do poema e sua conexão com a dança e a coreografia "Os átomos dançam, As almas, loucas de êxtase, dançam. A abóbada celeste, por causa deste Ser, dança, Ao ouvido te direi aonde a leva sua...

Poesia e poema são sinônimos? Não para Octavio Paz

0
Frequentemente, poesia e poema são tratados como termos sinônimos. No entanto, segundo Octavio Paz, em O arco e a lira, a poesia pode estar em tudo, mas o poema não pode Em sua obra-prima O...

A poesia inteira do ‘Poétiquase’

0
Bruna Kalil Othero, colunista do Homo Literatus, dá a luz à sua “lírica instantânea" Foi com grande receio que aceitei o desafio de falar sobre o livro da Bruna Kalil Othero. Eu, que sempre fui...

O Poema, uma Beatnik americana e uma nicaraguense sandinista

0
Margarett Randall  e Gioconda Belli: produções literárias femininas submetidas à negligência e à obscuridade Margarett Randall (1936, E.U.A.), americana, fotógrafa e poeta da geração beatnik, radicou-se na década de setenta pelas Américas, exatamente no México, em...

Funcionalidade e radioatividade da palavra ‘poema’

0
Qual radioatividade o poema possui e qual entidade mística existente nele?  "A poesia não é uma atividade literária, e sim vital". Com esta frase de Stevens Wallace, eu me nutro a cada dia lendo este...

O verso em cena: a poesia do bardo inglês

0
O que há de tão estimulante na obra do Bardo inglês que seduz leitores ainda hoje? Que o bardo de Stratford-upon-Avon é uma unanimidade literária, ninguém duvida. Também pudera, Shakespeare (1546-1616) é autor de inúmeras...

Maurice Blanchot e a ressonância do poema

0
O poema solta a língua e fura a linguagem com suas quebras, elipses, piruetas proporcionando melhor acesso a essa voz que vem do longínquo, do além do princípio de prazer. Este trabalho percorre a obra...

O analfabeto de Brecht

0
Jaz boa parte do ano: o Carnaval já se foi; a Páscoa, passou - perdoe-me a redundância -; a Copa do Mundo se aproxima (dessa vez aqui, no Brasil) e os corações patrióticos, coloridos...

A poesia sem versos de Alex Andrade

0
Poema, de Alex Andrade, é um tributo. Produto claro de um esforço afetivo, a seleta de contos faz uma genuína homenagem à composição poética, recorrendo a ecos, fragmentos e citações de autores do gênero...

Gente

0
Já parou para pensar quantas besteiras fazemos na vida? Ignoramos aqueles que amamos; Damos atenção aqueles que nos odeiam; Julgamos fortes os fracos, e tristes os alegres; Mandamos embora quando queremos que fique, e vamos embora quando queremos ficar; Choramos...