TESS médica escritora GERRITSEN – Laysa Boeing

1
457

Seguindo a ideia da semana passada, resolvi falar de algo muito curioso. Tão curioso quanto uma médica que decide largar a medicina em nome da Literatura. Largar?

O interessante da história, e sempre é interessante quando é assim, é que alguém possa juntar as coisas que mais ama numa só. Como uma paixão montada sob medida.

Terry Gerritsen, que prefere ser chamada de Tess pelos seus leitores, deixou de lado a atuação enquanto médica para escrever thrillers médicos. E caramba! Eu me apaixonei. Não li nenhum clássico considerado dela. Mas é sempre assim. Nunca suspiro pelas obras mais famosas.

O Clube Mefisto, Relíquias, Vida Assistida e Corrente Sanguínea já tem um lugar todo especialzão em minha prateleira. Faço questão de colocá-los juntos para que a cor preta, com letras vermelhas e TESS GERRITSEN assim, em letra maiúscula – como preferiu a editora Record – chamem a atenção (o mesmo acontece com a coleção Harry Potter).

Seus livros mais famosos são O Jardim de Ossos, O Cirurgião e Gravidade. Há também uma série de TV baseada em seus livros: Rizzoli & Isles, não é das mais populares e, particularmente, prefiro descaradamente os livros. Primeiro porque o roteiro da série é baseado nos livros de Tess, mas não é ela quem os escreve. E segundo é que às vezes perde um pouco daquela coisa, sabe? Aquela coisa que só os livros proporcionam…

Ah! Esses dias, em uma daquelas lojas Americanas, que tem um corredor enorme até o balcão de cobrança e você nunca resiste e vai enchendo a cesta com balas, gibis, revistinhas, chocolates e quando vê, precisa de outra cesta, encontrei livros vira-vira (a primeira vez que me deparei pessoalmente com eles) e vi vários de Gerritsen. Os mais famosos! Puxa! Não comprei porque sou do tipo que se tem um livro de fulano autor e cicrana editora, terei sempre livros de fulano autor daquela cicrana editora, porém, puxa! Tão baratinhos e lá, esperando serem lidos. Não simpatizei com as edições vira-vira, é verdade. O nome é brega e a edição condiz com o baixo preço, mas pra quem quer economizar e só o que procura é conhecer a história mesmo, são ótimos!

Tess Gerritsen administra sua própria página no Facebook (a qual eu conheci faz pouco tempo). É algo bem pessoal e tem fotos incríveis dela. Este é o link: http://www.facebook.com/TessGerritsen. E, óbvio, é em inglês. Entretanto quem conhece o verbo to be se vira facinho. Mole, mole.

Até semana que vem, família! Espero que tenham gostado de Tess.