Você merece conhecer estes tumblrs!

0
783

Opa! Hoje gostaria de falar rapidamente um pouco sobre alguns tâmblers literários que encontrei por aí, na internet, em meio às fuçadas cotidianas. Como literatura e internet são duas coisas que brigam constantemente para disputar o meu tempo, o que me resta fazer é apropriar uma coisa à outra. E o resultado disso são estes achados que ora ou outra eu consigo escavar. Entendam esta matéria como um presente a vocês, amantes da literatura.

*****

 O writersnoonereads é um tumblr que recorta trechos de alguns livros, tece comentários de outros e também discute autores. O detalhe a ser frisado aqui, no entanto, é que toda essa orquestra literária acontece à margem do que entendemos por “escritores e livros conhecidos”, tratando apenas de nomes nunca proferidos e de vidas passadas nunca memoradas. Neste site pode-se encontrar desde biografias até entrevistas e pequenos artigos em algumas revistas e jornais (como a Paris Review e o Times Literary Supplement, por exemplo).

*****

Um pouco mais objetivo que o writersnoonereads é o tattoolit, cuja ideia é simples: Tatuagens literárias. Mais que isso, pode tornar-se para você (como foi para mim) um baú de referências. Afinal, por que não deixar registrado num pedaço de pele aquilo que torna-se, eternamente, inerente à alma? Aí vão duas tatuagens que retirei das páginas do tumblr – uma homenageando Saint Exupéry e outra Kurt Vonnegut, do livro Breakfast of Champions (O que é o tempo? É uma serpente que come a cauda).

tumblr_msbfyotOMi1qcm6bvo1_1280

tumblr_mi87b13f1V1qcm6bvo1_500

*****

Mais objetivo ainda é o writersandkitties, o tumblr dos escritores com seus respectivos bichanos. Na foto abaixo, Ernest Hemingway com o seu fiel amigo.

ARCHIVES ON ERNEST AND MARY HEMINGWAY

Em vida, o escritor morava com aproximadamente 50 gatos. Boa parte deles possuía um gene dominante que fazia com que tivessem dedos a mais nas patas. Após falecer em 1961, sua casa, que ficava na ilha norte-americana de Key West, tornou-se um museu onde vivem atualmente cerca de 60 descendentes de seus gatos (e vivem muito bem, por sinal!)

*****

Espero que tenham gostado. Sugiro que acompanhem, sigam, interajam e mantenham-se atracados nestas preciosidades. A internet é gigante e vez em quando reclamamos da chuva de conteúdo inútil e da falta de caminho por onde trilhar para que possamos extrair boa coisa.

Que eu pelo menos tenha sido um bom guia.