Matéria especial sobre o documentário “Para sempre teu, Caio F.”

0
973

O Homo Literatus esteve na Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, para conferir a exibição do documentário “Para Sempre Teu, Caio F.”, que reconstrói o perfil de um dos maiores nomes da geração do desbunde da literatura brasileira, Caio Fernando Abreu.

Para Sempre Teu, Caio F.

Dirigido pelo cineasta carioca Candé Salles, o filme reúne um acervo precioso de imagens raras, além de depoimentos de familiares, amigos e artistas que conviveram com o autor de clássicos como Morangos MofadosTriângulo das Águas e Os Dragões Não Conhecem o Paraíso.

Nascido no Rio Grande do Sul, Caio F. viveu grande parte de sua vida em São Paulo, com passagens pelo Rio de Janeiro e também pela Europa. Foi vencedor de alguns dos mais importantes prêmios literários do país, incluindo o Jabuti nos anos de 1984 e 1989, e teve seus livros traduzidos para o exterior. Faleceu em 1996, em decorrência da AIDS, embora tem sido, de lá pra cá, um dos escritores brasileiros mais cultuados pela nova geração de leitores, por abordar temas caros na literatura como a sexualidade, a busca de um verdadeiro eu, a solidão e o amor.

A matéria traz ainda uma entrevista exclusiva com a escritora e jornalista Paula Dip, autora do livro homônimo que inspirou ao documentário; trechos do debate, realizado após a sessão; e uma singela homenagem do Homo Literatus ao escritor. Confira abaixo: