Os mais belos graffitis literários pelo mundo

Separamos alguns dos mais belos graffitis literários ao redor do mundo para apreciar a literatura muito além das páginas dos livros

Você já andou pela rua e viu algo tão bonito como esses graffitis literários que separamos para você? Não há como negar que uma bela imagem no cotidiano caótico de uma grande cidade pode acalmar uma pessoa.

A arte – e sim, graffiti é arte – tem esse poder de transformar lugares e pessoa. Mesmo que seja por um breve instante, uma referência a algo que amamos pode mudar o rumo de um dia ruim.

Confira as imagens que selecionamos e, caso conheça outras, deixe o link ou a imagem mesmo nos comentários.

***

A metamorfose, Franz Kafka – Bucareste

graffitis literários

 

Matadouro nº5, Kurt Vonnegut – Nova York

graffitis literários

 

Charles Dickens – Londres

graffitis literários

 

Fernando Pessoa – Lisboa

 

 

J. D. Salinger

 

Aldous Huxley – Montreal

 

O leilão do lote 49, Thomas Pynchon – Nova York

 

Charles Bukowski – Montreal

 

Vladimir Nabokov e James Joyce

 

Goethe – Frankfurt

 

Friedrich Nietzsche

 

A revolução dos Bichos, George Orwell

 

J.G. Ballard – França

 

Mural (vários autores) – Boston

 

A redoma de vidro, Sylvia Plath

 

Macbeth, William Shakespeare – Brisbane, Australia

 

O uivo, Allen Ginsberg – Boulder, Colorado

 

A sociedade do anel, J. R. R. Tolkien

 

The Marriage of Heaven and Hell, William Blake – Sidney, Austrália

 

I’m Nobody! Who are you, Emily Dickison

 

LEIA TAMBÉM:

7 Incríveis ilustrações de As mil e uma noites

 

O pequeno príncipe, Antoine de Saint-Exupéry – Chicago

 

O conto da aia, Margaret Atwood

 

 

Antônio Machado – Jáen, Espanha

 

Machado de Assis – Rio de Janeiro

 

Literatura russa é melhor que sexo

 

Alice no país das maravilhas, Lewis Carrol – Londres

 

Samuel Beckett – Londres

 

A revolução dos Bichos, George Orwell – Singapura

José Figueiredo Autor

editor-chefe do homoliteratus, podcaster (30:MIN), mestrando em teoria da literatura (UFRGS), autor de "Há um tubarão na piscina" (2018)