Carina Carvalho

5 POSTS 0 COMENTÁRIOS
Paulistana, é formada em Letras e com elas trabalha. Mestra em Estudos Literários pela Unifesp. Em 2013 publicou o livro de poemas "Marambaia" (Editora Patuá) e, em 2017, a plaquete de poemas "Passiflora" (edição de autora).

Paulina Chiziane: uma voz feminina em África

Com o seu primeiro livro, Balada de Amor ao Vento, a escritora Paulina Chiziane foi a primeira mulher moçambicana a publicar um romance Embora haja,...

“Sem gentileza”, de Futhi Ntshingila: a força como via de subsistência

Futhi Ntshingila, em sua obra Sem gentileza, apresenta uma narrativa de resistência, que tem como cenário os guetos da África do Sul em pleno...

O lirismo como voz em ‘Mornas eram as noites’, de Dina...

Os 35 textos bastante curtos de Mornas eram as noites mergulham no calor de histórias com um lirismo intenso, em que a subjetividade desponta...

Corrupção e choque entre culturas: A paz dura pouco, de Chinua...

Em A paz dura pouco, o nigeriano Chinua Achebe representa os movimentos que corrompem o homem, os conflitos entre a emancipação individual e a submissão às...

‘Os transparentes’, de Ondjaki

Lírico, o romance Os transparentes, de Ondjaki, retrata Angola com fidelidade em seus problemas e virtudes Se por vezes o amarelo forte dos dias em Luanda...