Luigi Ricciardi

Luigi Ricciardi
Nome
Luigi Ricciardi
Bio
Luigi Ricciardi é doutorando em literatura (UNESP/Araraquara) e vive em Maringá/PR. Publicou dois livros de contos Anacronismo Moderno (2011), Notícias do Submundo (2014) e Criador e Criatura (2015). Quando se trata de livros é oniomaníaco (para vinhos e cervejas também). Gosta de uma mesa de bar, bebida, risadas e filosofia. É tarado por literatura. E por viajar. Vive buscando estradas.
Twitter
Facebook
Medium

Recent Post byLuigi Ricciardi

As (des)necessidades de Ribas

Com o requinte de um texto bem construído, o livro de poesias de Andrei Ribas, Romântico visceral sob o céu fragmentário, aborda temas como redes sociais e cultura popular e a de massa Romântico visceral sob o céu fragmentário, livro publicado em parceira das editoras Bestiário e Artes & Ecos, é um ótimo sopro de boa […]

Amor nos tempos de intolerância – e nos tempos avulsos

Um livro que pode responder se é possível encontrar amor nos tempos de intolerância – e nos avulsos Quando ouvimos dizer que o livro que leremos traz a história de um velho solitário que rememora os tempos de infância e a descoberta do amor, quase que imediatamente sentimos uma sensação de déjà-vu. Não são poucas […]

Paulo Coelho e um manual para escrever romances

O livro Veronika decide morrer, de Paulo Coelho, apresenta-se como um manual de como não escrever um romance Dificilmente eu abandono um livro. Sempre acho que alguma coisa pode salvar a obra toda e eu termino a leitura. Foi assim que descobri, enfrentando os meus preconceitos em relação aos best-sellers, encontrar coisas interessantes que estavam […]

Torcicólogos literários do absurdo

No seu novo livro, Gonçalo M. Tavares quebra pescoços duros de estagnação literária Todas as vezes que decido ler um livro de Gonçalo M. Tavares, preciso de uma preparação mental que antecede a leitura. Tento ligar meu botão mental da vanguarda, aprumo o senso crítico, dou uma erguida no volume da estética e me ajeito […]

A formação do escritor

É possível viver da escrita sem se preparar para ela? Nos últimos anos, tem se falado muito sobre a profissionalização do escritor. Várias discussões foram lançadas a partir da pergunta: é possível viver de literatura no Brasil? Há uma voz quase unânime afirmando que é possível viver da arte da escrita apenas produzindo um tipo […]

A fobia e logos da Bio

Em Biofobia, Nazarian constrói um ótimo de thriller aberto a múltiplas interpretações Menos fragmentado que seus romances anteriores, sobretudo A morte sem nome (2004), Santiago Nazarian lançou em 2014 um novo romance que leva como título Biofobia. Embora mais linear que os romances que o precederam, esse último não deixa de ser inquietante. Aqui não […]

O silêncio premiado de Raduan Nassar

Raduan Nassar, que não publica nada de novo desde os anos noventa, é laureado com o Prêmio Camões O Prêmio Camões é a premiação máxima das literaturas em língua portuguesa. Ao invés de se premiar apenas uma obra, como acontece na maioria dos prêmios, eles laureiam o escritor por sua obra completa, seguindo um procedimento […]